Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Rio

RJ: professores decidem em assembleia hoje se mantêm greve

Portal Terra

Cerca de 800 professores da rede pública do Rio de Janeiro estão reunidos em assembleia desde às 11h30 desta quinta-feira no Clube Hebraica, na zona sul da capital fluminense, para decidir os rumos da paralisação da categoria, iniciada há dez dias. Usando camisetas laranjas em que se lê "seguir os exemplo dos garis", categoria que conseguiu aumento após passar a semana de carnaval em greve, eles reclamam que os acordos firmados após a paralisação do ano passao não foram respeitados.

A diretora do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do RJ (Sepe) Marta Moares lembra ainda a paralisação de 24 horas da Polícia Civil - ocorrida na quarta-feira, que resultou em uma reunião da categoria com o governador Luiz Pezão hoje - e questiona a falta de disposição do governo de negociar com os professores. "Uma coisa importante que a gente quer cobrar é que a Civil fez um dia de greve e foi atendida e nós estamos em duas semanas e nada. O que o governo do Estado quer passar para a população? Ele acha que violência não tem a ver com educação?", questiona.

Os professores pedem aumento salarial de 20% para todos os trabalhadores da educação das redes municipal e estadual, discussão do plano de carreira unificado, entre outras demandas. No ano passado, o governo do Estado e a prefeitura carioca se comprometeram a não cortar o ponto nem a penalizar os professores grevistas, desde que eles voltassem à atividade e repusessem as aulas. Na semana passada, no entanto, o ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux suspendeu esse acordo até que a greve atual seja encerrada, abrindo espaço para o corte do ponto. 

Ontem, os professores caminharam em passeata da Assembleia Legislativa, na rua Primeiro de Março, até a Cinelândia. Hoje a categoria promete seguir até o Palácio Guanabara, sede do governo estadual do Rio.

Tags: assembléia, decisão, greve, paralisação, professores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.