Jornal do Brasil

Sábado, 23 de Agosto de 2014

Rio

Comunidades atingidas por remoções vão discutir o tema em "Cinemão" na Indiana

Evento organizado pela Comissão de Resistência da Indiana vai receber líderes comunitários

Jornal do BrasilCláudia Freitas

Diversão sim, porém com uma intenção mais social. A Comissão de Resistência da Favela Indiana, que fica na Zona Norte do Rio de Janeiro, vai promover no próximo sábado (24/5) um "Cinemão" para os moradores da comunidade, com a exibição em via pública de um documentário sobre a história do Morro do Boreu e Indiana. Após a apresentação, está programado um debate sobre a urbanização, regularização e remoção de favelas na cidade promovidas pelos governos estadual e municipal.

>> Documentário lembra a resistência contra as remoções

>> Declaração de Beltrame sobre remoções revolta moradores nas comunidades do Rio

>> Audiência na Alerj vai tratar das remoções feitas pela prefeitura

Segundo a representante da comissão, Inês Ferreira Abreu, há um movimento de resistência e conscientização dos moradores na comunidade, em favor da luta para o local não ser removido pelas autoridades, mas para que aconteça um processo de regularização e urbanização. Inês conta que os moradores residem no lugar há muitos anos e estão sofrendo com as remoções. "Tem gente que tem mais de 20 e 50 anos de Indiana. E agora alguns moradores estão sofrendo com uma remoção forçada da secretaria municipal de habitação.", conta ela. Moradores da Indiana divergem na opinião com relação as remoções, alguns querem ser transferidos para os novos apartamentos prometidos pelo governo, construídos através de programas sociais em pontos diversos da cidade, Outros moradores não querem abandonar as suas raízes e pedem o fim das desapropriações.  

Comunidade da Indiana, Zona Norte do Rio
Comunidade da Indiana, Zona Norte do Rio

Inês explica que a área que poderia apresentar riscos para a comunidade, a popular "Rua do Canal", foi declarada pela GEO RIO em um laudo técnico datado de 2010 - estudos feitos de 1986 até 2010 - como sendo "de baixo risco". Nessa rua passa um córrego, o que justifica a denominação dada pelos próprios moradores. "Então, se faz necessário aqui a realização da lei orgânica do município de nº 429, que regulariza e urbaniza as nossas favelas sem sair do espaço delas.", avalia a líder comunitária. 

Lideranças comunitárias de outras comunidades do Rio já confirmaram presença no "Cinemão". Entre elas a do Morro do Salgueiro, Formiga, Casa Branca, Andaraí, Bananal, Chácara do céu, Morro do Cruz, Catrambi, Alto da Boa Vista, Boreu e Recanto do Sabiá.

Tags: cinemão, comunidades, lideranças, remoções, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.