Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Rio

Disque Denúncia eleva para R$ 20 mil recompensa por chefe do tráfico no Rio

Agência Brasil

O Disque Denúncia do Rio de Janeiro aumentou de R$ 1 mil para R$ 20 mil a recompensa para quem der informações que levem à captura do traficante Rafael Alves. Conhecido como Peixe, ele é líder do tráfico de drogas na Vila Aliança, em Bangu, zona oeste da capital fluminense. O aumento do prêmio ocorreu após a divulgação de um vídeo em que o traficante comemora a vitória de seu time em uma partida de futebol na comunidade com rajadas de fuzil para o alto.

Além de tráfico de drogas, Peixe é acusado de lavagem de dinheiro, ocultação de bens, associação para o tráfico e homicídio. Até hoje, a maior recompensa paga serviço foi R$ 30 mil, em 2000, quando o traficante Daniel César dos Santos, conhecido como Neguinho Dan, foi preso. O maior prêmio oferecido em troca de informações que levassem a prisão do traficante Fernandinho Beira-Mar, de R$ 100 mil.

Segundo um representante do Disque Denúncia, que não se identificou por motivo de segurança, a expectativa é que o aumento da recompensa incentive moradores a fornecer informações que possam levar ao paradeiro de Rafael Alves.

“Como ele apareceu no vídeo, estamos tentando ajudar a polícia a encontrá-lo e identificar sua quadrilha. Como ele é um dos homens fortes daquela área e ganhou mais força depois da morte do traficante Matemático, está causando muita perturbação naquela região. Essa recompensa é para ajudar a polícia a prendê-lo o mais rápido possível”, disse.

Foragido desde 2009, quando passou a cumprir pena por associação para o tráfico em regime semiaberto, o traficante saiu da Cadeia Pública Pedro Melo da Silva, que faz parte do Complexo Penitenciário de Gericinó, e não retornou. De acordo com o representante do Disque Denúncia, desde janeiro, o serviço recebeu 47 ligações sobre o criminoso, sendo seis apenas hoje (15), quando o cartaz com a nova recompensa foi divulgado.

Tags: d rogas, oferta, peixe, Rio, tráfico

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.