Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Rio

Marinha divulga causas das vibrações ocorridas em prédio no Centro 

Jornal do Brasil

O Comando do 1º Distrito Naval esclareceu nesta sexta-feira que o Edifício Barão de Ladário, na Rua Primeiro de Março, no Centro do Rio, foi liberado por volta de 12h após ter sido esvaziado por motivos de segurança, depois da ocorrência de vibrações nos andares superiores. 

Técnicos e engenheiros da Diretoria de Obras Civis da Marinha e equipes do Consórcio Porto Rio realizaram vistoria no prédio. Uma equipe da Defesa Civil também compareceu ao local. Após a verificação, foi concluído que não houve abalo estrutural, e as atividades foram retomadas no local. 

As equipes de inspeção realizaram ainda testes com sismógrafos, concluindo que a causa das vibrações foi a utilização de um rompedor hidráulico, aparelho que recicla materiais de demolição, usado para a remoção de escombros da obra da Perimetral. O uso de tal equipamento gerou impacto, dentro da normalidade, no solo da área, que devido a sua característica rochosa, propagou as vibrações abaixo do prédio.

Tags: comando, edifício, Marinha, naval, vibrações

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.