Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Rio

PM do Rio vai cortar folga de policiais em maio para tentar reduzir roubos

Agência Brasil

A Polícia Militar do Rio de Janeiro anunciou hoje (30) que foi adotado em caráter provisório para o mês de maio o Regime Adicional de Serviço (RAS) Compulsório, com o objetivo de aumentar a presença policial e reduzir índices de roubos no estado. Com isso, poderá ser utilizado 50% dos policiais de folga. O RAS é um programa que permite atender a necessidades temporárias de mão de obra na área de segurança pública do estado.

O sistema de turnos adicionais remunerados com escala diferenciada por meio do RAS foi criado para aumentar o policiamento em eventos específicos, como a Copa das Confederações, Jornada Mundial da Juventude, Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, entre outros, sem prejuízo da escala regular de serviço.

A assessoria da Polícia Militar informou que, antes da criação do RAS, os policiais militares eram escalados nos dias de folga e não eram remunerados pelo serviço extra. O RAS compulsório é pago conforme o RAS voluntário. A medida está prevista no Decreto 43.538 de 3 de abril de 2012, que regulamenta o RAS. A previsão de descanso entre o serviço ordinário e o da folga é no mínimo de 8 horas.

De acordo com a assessoria da corporação, as prisões aumentaram significativamente entre janeiro do ano passado e deste ano. Em alguns batalhões, esse crescimento passou de 600% em um ano, como no de São Cristóvão, em que o número de prisões passou de seis para 49.

Tags: copa do mundo, extra, polícia, policiamento, ras, Rio, Roubos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.