Jornal do Brasil

Terça-feira, 29 de Julho de 2014

Rio

Idosa morta por bala perdida no Alemão comemorava aniversário

Agência Brasil

A idosa Arlinda Bezerra de Assis, que morreu ao ser atingida por disparos neste domingo (27), perto do Largo da Vivi, durante troca de tiros entre a Polícia Militar e criminosos, na favela Nova Brasília, Complexo do Alemão, tinha completado aniversário na última quarta-feira (23) e retornava de um almoço de comemoração na casa de familiares quando foi atingida. De acordo com a Polícia Militar, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade faziam o patrulhamento da Rua 2, quando criminosos começaram a atirar contra eles e contra o contêiner que serve de base para a UPP da Nova Brasília.

A vítima, conhecida na comunidade como Dalva, estava levando o sobrinho-neto, de dez anos para casa, quando começou o tiroteio. Ela puxou o menino para trás e pediu que ele corresse. O relato é da mãe do menino, Mary Clemente. Ela contou que quando a idosa caiu baleada, o atendimento dos policiais da UPP foi eficiente e ela foi bem tratada. Os policiais a encaminharam rapidamente para a Unidade de Pronto-Atendimento, no Complexo do Alemão, onde foi rapidamente atendida, mas não resistiu ao ferimento.

O corpo da idosa chegou ao Instituto Médico-Legal pouco depois das 11h, e ainda passará pelo exame de necropsia. A família ainda não sabe o local nem o horário do enterro, pois a liberação para o sepultamento ainda pode demorar.

Ontem (27), após a morte da idosa, moradores fizeram uma manifestação na Estrada do Itararé, um dos principais acessos ao Alemão, fechando a via nos dois sentidos. A PM enviou reforço do Batalhão de Choque para o local para liberar as pistas e dispersar a multidão.

No final da manhã de hoje, por volta das 11h30, a Coordenadoria de Polícia Pacificadora recebeu a informação sobre um incêndio em dois veículos na Avenida Itaoca, próximo à sede do quartel. Os dois veículos foram totalmente destruídos. O calor das chamas atingiu parcialmente um terceiro veículo. O corpo de bombeiros foi acionado e a via precisou ser interditada, temporariamente, para o controle das chamas. O responsável pelo fogo não foi localizado. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o autor do incêndio.

Tags: alemão, idosa, morte, Policial, tiro, violência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.