Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Rio

Perfil oficial da UPP em rede social é invadido

Agência Brasil

O perfil oficial das unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) na rede social Twitter foi invadido na tarde de hoje (24) por hackers. O invasor se identifica como Anonymous, um grupo virtual que se manifesta por meio da invasão a páginas da internet e perfis de redes sociais.

No lugar da imagem do perfil da UPP, o hacker colocou a foto de Douglas Rafael da Silva Pereira, encontrado morto na manhã do dia 22 de abril, na favela do Pavão-Pavãozinho, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. A mãe de Douglas, Maria de Fátima da Silva, acusa os policiais da UPP da comunidade de terem matado seu filho, durante um tiroteio na noite do dia 21.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) nega a acusação e diz que os policiais só encontraram o corpo do jovem dançarino, de 26 anos, na manhã do dia seguinte ao tiroteio. A CPP também diz que, durante o tiroteio, os policiais não abordaram ou prenderam ninguém.

O perfil invadido também mostra a mensagem “UPP continua matando até quando?” e uma imagem de Maria de Fátima segurando a foto do filho morto com a neta dela, Layla, de 4 anos. Acima da imagem, o hacker escreveu “Não vai passar em branco”.

Tags: anonymous, douglas, hacker, pavão-pavãozinho, UPPs

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.