Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Rio

Desabrigados da Telerj: acampamento segue no 1º dia útil após feriado

Ex-ocupantes seguem esperando resoluções do governo

Jornal do BrasilRafael Gonzaga*

Apesar de o feriado já ter acabado, representantes da prefeitura ainda não se manifestaram sobre a situação dos desabrigados que estão acampados no terreno da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro. Os desabrigados estão sem moradia desde a remoção do terreno no Engenho Novo, Zona Norte do Rio, durante uma operação de reintegração de posse movida pela empresa Oi. Eles estavam acampados na porta da Prefeitura até o dia 18 de abril, quando foram expulsos pela polícia durante a madrugada e acolhidos no estacionamento da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro. A Igreja se comprometeu a fazer a ponte de diálogo entre os desabrigados e o poder público.

>> Desabrigados da Telerj sobrevivem de ajuda e doações da sociedade civil

O desabrigado Rodrigo Moreira, 34 anos, disse que o grupo segue esperando uma resposta do governo e espera que até quinta-feira (24) tenham uma solução definitiva. "Tudo que a Igreja tem falado vem sendo cumprido. Mas não adianta a boa intenção deles em intermediar o diálogo e não ter ninguém na Prefeitura para ouvir", disse.

Na tarde da última segunda-feira (21) foram instaladas grades de proteção, separando o espaço dos desabrigados do restante do estacionamento. Segundo Dom Roberto, a medida foi tomada visando a segurança dos próprios ex-ocupantes, visto o grande número de crianças presentes no acampamento. Cerca de 85 adultos e 30 crianças continuam no espaço cedido pela Catedral.

Tags: desabrigados, favela da telerj, manifestação, prefeitura, reintegração de posse

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.