Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Novembro de 2014

Rio

RJ: Polícia apura relações sexuais de PMs com morena em UPPs

PMs teriam aparecido em fotos e vídeos que circulam em bate-papos no WhatsApp

Portal Terra

A Polícia Militar do Rio de Janeiro está investigando policiais que teriam aparecido com uma morena de cabelos longos em fotos e vídeos que circulam em bate-papos em grupos do aplicativo para celular WhatsApp. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora apura se a mulher estaria percorrendo as Unidades de de Polícia Pacificadora (UPPs) para manter relações sexuais com os PMs. A Coordenaria tenta identificar quais policiais teriam participado das "sessões de sexo", o local onde elas eram realizadas e se os atos aconteciam durante o horário de expediente deles.

As investigações começaram na última segunda-feira e tem focado em detalhes das imagens, para descobrir possíveis fardas ou lugares que permitam saber onde os encontros teriam acontecido. A Coordenadoria também procura a morena de cabelos longos para ouvir o depoimento dela.

Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, os policiais que forem reconhecidos podem responder a sindicância disciplinar na 8ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM). O artigo 2.º, inciso I, do Decreto 71.500 de 1972, que rege o Conselho de Disciplina da PM, diz que  “praças serão submetidas a Conselho quando acusados oficialmente ou por qualquer meio lícito de comunicação social de ter: a. procedido incorretamente no desempenho do cargo; b. tido conduta irregular; c. por ter praticado ato que afete a honra pessoal, o pundonor militar ou decoro da classe”.

De acordo com a Coordenadoria, os policiais podem ser punidos até com a expulsão da corporação.

Tags: investigação, policiais, sexo, upp, whatsapp

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.