Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Rio

Aviação Regional: aeroporto de Macaé vai receber melhorias

O terminal está entre os 29 aeroportos regionais administrados pela Infraero que serão reformados.

Jornal do Brasil

O ministro-chefe da Aviação Civil Moreira Franco informou que o aeroporto de Macaé será um dos beneficiados do Programa de Investimento em Logística: Aeroportos, do governo federal. Segundo ele, o Banco do Brasil assinará nos próximos dias o contrato com o Consórcio Concremat-Themag para realização de estudos preliminares em 29 aeroportos regionais administrados pela Infraero.

Moreira Franco garantiu que dará prioridade ao assunto devido à importância da cidade de Macaé para o estado fluminense.

Localizado a 150 km da cidade do Rio de Janeiro, o aeroporto de Macaé está sendo reformado e uma nova torre de controle foi erguida pela Infraero. No entanto, a cidade necessita de uma pista que comporte aviões de grande porte para atender a demanda do município, que tem como principal atividade econômica a produção de petróleo.

O deputado federal Adrian Mussi (PMDB-RJ) e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim), Cliton da Silva Santos, estiveram reunidos com o ministro Moreira Franco e ficaram muito satisfeitos com a novidade. "O aeroporto de Macaé chegou a um ponto em que não está mais atendendo a necessidade de mobilidade da cidade. É uma aflição grande e uma luta antiga da nossa população", destacou Cliton.

Outros aeroportos

Os demais aeroportos beneficiados estão localizados nos estados do Acre, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A ordem do início de obras em cada aeroporto dependerá dos estudos de viabilidade.

Num primeiro momento, o consórcio Concremat-Themag deverá avaliar as reais necessidades de cada aeroporto e sugerir quatro cenários. A Secretaria da Aviação Civil (SAC), coordenadora do programa, aprovará uma dessas opções e iniciará o estudo preliminar, que detalha a viabilidade técnica. A partir dessa avaliação, a construtora, que será escolhida por uma nova licitação, estará apta a iniciar as obras o mais rápido possível.

Além desses 29 aeroportos, outros 240 administrados por estados ou municípios brasileiros também serão beneficiados pelo programa. A ideia é ampliar a rede aeroportuária do país e garantir que a população esteja a menos de 100 km de algum terminal. "Hoje, este modal é um transporte coletivo. Mas queremos que ele se transforme em um transporte de massa para os brasileiros", defendeu o ministro-chefe da Aviação Civil, Moreira Franco.

Tags: aeroporto, AVIAÇÃO, Governo, investimento, Macaé

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.