Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Rio

Forças Armadas trocam tiros com bandidos no Complexo da Maré

Agência Brasil

Dois dias após a morte de um homem durante confronto com a Força de Pacificação no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, soldados voltaram a trocar tiros com bandidos na favela hoje (14) de manhã. De acordo com o porta-voz da Força de Pacificação, major Alberto Horita, ninguém ficou ferido.

“Por volta das 10h30 uma patrulha blindada foi recebida com disparos de elementos de uma organização criminosa. Nossa tropa respondeu com disparos também. Saímos em busca dos elementos, mas não conseguimos prender ninguém”, contou o major.

O complexo da Maré reúne 14 favelas e foi ocupado pelo Exército há dez dias para reforçar a segurança durante a Copa do Mundo. A previsão é que as Forças Armadas saiam no dia 31 de julho e que sejam instaladas Unidades de Polícia Pacificadora. Cerca 2.500 homens das Forças Armadas e 200 policiais militares foram mobilizados.

Major Horita ressaltou que eventuais confrontos foram previstos ao longo do processo de pacificação. “Nosso planejamento foi feito de acordo com os problemas que poderíamos encontrar. Manteremos as ações que estão sendo executadas, com o mesmo efetivo que está sendo empregado”, disse ele.

Tags: confrontos, exército, horita, maré, pacificação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.