Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Rio

Crea concede registros provisórios a recém-formados em engenharia pela UGF

Jornal do Brasil

Mais 56 recém-formados dos cursos de engenharia elétrica, mecânica e de produção da Universidade Gama Filho receberão nesta quarta-feira (9), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro - Crea-RJ -, o registro provisório para o exercício da profissão. A cerimônia será realizada às 15h, na sede do Conselho (Rua Buenos Aires, 40, 4º andar), no Centro. 

"Esses jovens vieram ao nosso encontro buscando uma solução para que pudessem exercer a profissão. Até então eles eram apenas profissionais de fato e não de direito, uma vez que não conseguiram obter seus diplomas. Diante desse obstáculo, tomamos uma atitude corajosa para enfrentar essa imensa injustiça", revelou Agostinho Guerreiro, presidente do Crea-RJ.

Foi então formada uma comissão para analisar o caso. Para obter o registro provisório, os alunos tiveram que apresentar ao Conselho, além dos documentos pessoais, documento atestando a conclusão da graduação.

"Nós só temos a agradecer ao Crea-RJ, que deu o primeiro voto de confiança para esses jovens. Hoje, eu vejo que o Crea não é só um Conselho, mas é um órgão formado por pessoas de bem, que viram a nossa luta e abraçaram esses profissionais", comemora a coordenadora do curso de engenharia de produção da Universidade Gama Filho, Sandra Regina Freitas Morgado de Gois.

Na semana passada, um primeiro grupo de 66 recém-formados em engenharia na Gama Filho já havia recebido seus registros. De acordo com a assessora jurídica do Crea-RJ, o registro provisório tem validade de um ano, renovável por mais um.

Tags: crise, educação, gama, Rio, universidades

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.