Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Rio

Beltrame reúne lideranças da Maré para explicar atuação da PM

Secretário diz que corregedoria acompanha os trabalhos dos policiais

Agência Brasil

O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, reuniu nesta quinta-feira (3) lideranças das comunidades do Complexo de Favelas da Maré, na Zona Norte, para explicar a atuação da Polícia Militar no combate ao tráfico de drogas nas localidades ocupadas no último dia 30.

Beltrame enfatizou que a polícia não vai decidir o futuro no local sem a participação da comunidade e se colocou à disposição para atuar como intermediário entre os moradores e as Forças Armadas. Ele disse que a corregedoria da PM está acompanhando a atuação dos policiais e que, a partir da próxima semana, vans estarão nas comunidades pacificadas com equipes para ouvir reclamações dos moradores.

O diretor executivo da Anistia Internacional no Brasil, Átila Roque, que também participou do encontro, manifestou preocupação sobre como será feita a abordagem das tropas militares aos moradores das comunidades. Nos últimos dias, moradores da Maré e outras comunidades com unidades de Polícia Pacificadora (UPP) têm reclamado de abordagens agressivas por parte de policiais.

O Ministério da Defesa autorizou as Forças Armadas a entrar no Complexo da Maré a partir do primeiro minuto do próximo sábado. Militares da Marinha e da Aeronáutica vão permanecer nas 15 comunidades da Maré até o dia 31 de julho fazendo vistorias e prendendo suspeitos em flagrante. Hoje à tarde, o Comando Militar do Leste convocou uma coletiva de imprensa para explicar como será a atuação da Força de Pacificação no Complexo da Maré.

Tags: Favelas, ocupação, pacificadora, polícia, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.