Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Rio

Pedreiro é indiciado por homicídio culposo por morte de Maria Portinari

Jornal do Brasil

Foi concluída nesta segunda-feira (31/03), a investigação que apurava as circunstâncias da morte de Maria Cândida Carvalho Portinari, neta do pintor Cândido Portinari, pela 15ª DP (Gávea). Segundo as investigações, a morte ocorreu por conta da queima de gases, produtos da queima do GLP, pela ausência de abertura na porta do banheiro para ventilação, bem como pelo fato da chaminé do aquecedor estar instalada dentro do forro de gesso, impossibilitando a exaustão dos gases.

Foi indiciado por homicídio culposo, o pedreiro João Alves de Souza, 65 anos, que reformou o banheiro da residência onde o corpo foi encontrado. 

Ao realizar a reforma mantendo o banheiro sem exaustão e ventilação, João agiu com violação do dever objetivo de cuidado, causando resultado involuntário.  A investigação segue para a 15ª Promotoria de Investigações Penais do Ministério Público.

Tags: crime, morte, neta, pintor, portinari

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.