Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

Rio

Na véspera da ocupação do Complexo da Maré, forças de segurança preparam caminho

Jornal do Brasil

Está confirmada para a madrugada deste domingo (30) a ocupação do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. A operação contará com tropas federais, Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Choque (BPChoque) e Batalhão de Ações com Cães (BAC). Agentes da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal também atuarão, com serviço de inteligência e cerco aos acessos do conjunto de favelas.

Na manhã deste sábado (29), a Marinha fez o reconhecimento da região. A Polícia Militar também já atua na área, fazendo buscas por criminosos, revistas em carros e ônibus e apreendendo armas e munições. Ao todo, o complexo abrange 16 comunidades.

A tecnologia de ponta será utilizada na operação de ocupação do Complexo da Maré. Parte dos policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) utilizará óculos com câmeras de visão noturna acopladas, capazes de filmar as ações de combate, mesmo durante a noite. Os equipamentos estavam sendo testados em situação real, na tarde de sexta-feira (28), por um grupo de sete homens do Bope, em ações na Favela Nova Holanda.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais vão usar óculos com câmeras acopladas na ocupação do Complexo da Maré, capazes de filmar durante a noite 
Policiais do Batalhão de Operações Especiais vão usar óculos com câmeras acopladas na ocupação do Complexo da Maré, capazes de filmar durante a noite 

Equipamento semelhante já foi utilizado por oficiais da Polícia Militar (PM) durante as manifestações de rua, no ano passado. A intenção é gravar as operações, possibilitando comprovação das ações de combate. Segundo a assessoria da PM, “o objetivo é garantir a isenção nas abordagens policiais e ter arquivos de imagens que possam contribuir posteriormente”.

A câmera fica acoplada ao lado de um óculos especial, ligada por fio a uma unidade de processamento e bateria, guardadas no bolso da farda. Os policiais, que estavam usando armamento pesado, recebiam instrução de um oficial, antes de retornarem para a favela, a partir do 22º Batalhão de Polícia Militar (BPM), onde estão baseados.

Um modelo de câmera bastante semelhante à usada pelos homens do Bope custa cerca de US$ 500 em lojas de comércio eletrônico, nos Estados Unidos. O modelo Axon Flex, da marca Taser, tem resolução VGA, pode filmar à noite, com sensibilidade de apenas 1 lux, e tem bateria com duração de até 12 horas.

Com Agência Brasil

Tags: ação, maré, MILITAR, ocupação, polícia, Rio, upp

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.