Jornal do Brasil

Sábado, 30 de Agosto de 2014

Rio

Correios reabrem prédio histórico em Niterói

Agência Brasil

O prédio histórico dos Correios, em Niterói, localizado na Avenida Visconde do Rio Branco, no centro da cidade, foi reaberto hoje (21), depois de mais de dois anos de obras, a tempo de comemorar o  centenário do edifício, inaugurado em 1914. A história do prédio de três pavimentos é precedida da construção da estação das barcas da Companhia Cantareira e Viação Fluminense, no início do século 20, que cedia um salão, à época, para operações da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Em 1912, tendo em vista o movimento postal crescente e em atendimento a reivindicações de diversas personalidades, o então presidente da República, marechal Hermes da Fonseca, determinou ao seu ministro da Viação, José Barbosa Gonçalves, que atendesse ao pedido dos moradores da então capital do estado do Rio de Janeiro. Foi adquirido, então, um terreno em frente à estação das barcas, cabendo ao engenheiro e construtor Leopoldo Cunha encarregar-se da planta e da construção do Palácio dos Correios e Telégrafos, como ficou conhecido o prédio.

O próprio presidente da República inaugurou o edifício, em novembro de 1914, marcando o seu último ato público, uma vez que, no dia seguinte, o marechal passou o governo ao seu sucessor eleito,  Wenceslau Brás.

Até 1986, o prédio abrigou a agência central de Niterói e a diretoria regional dos Correios no antigo estado do Rio de Janeiro. Após a extinção da diretoria, o prédio passou a ser ocupado pelo Centro de Distribuição Domiciliária Icaraí e sediou a Região Operacional.

A cerimônia de reinauguração de um dos  patrimônios arquitetônicos de Niterói incluiu o lançamento de selo, carimbo comemorativo e um máximo postal - peça filatélica que reúne cartão-postal, selo e carimbo.

Além de registrar a reinauguração da principal agência da ECT na cidade e sede da Região de Negócios, que atende também São Gonçalo e Região dos Lagos, o prédio reaberto ao público dará início também a atividades culturais, como a exposição de fotografias Aqui Mesmo - Niterói Vista pelas Lentes de Pedro Vazques, que poderá ser visitada a partir da próxima segunda-feira (24), gratuitamente, das 9hs às 17hs.

Nos próximos meses, o  segundo pavimento do prédio receberá adaptações, visando a instalação do Espaço Cultural Correios Niterói, que terá três salas para artes visuais, uma sala multicultural para cinema, música e humanidades, além de uma sala histórica para pinturas decorativas originais de paredes e tetos restaurados.

 

Tags: edifício, metropolitana, reabertura, região, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.