Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Rio

Segurança hídrica do Rio depende do Paraíba do Sul, diz secretaria de Ambiente

Nota é resposta à intenção do governo de SP de interligar a bacia ao Sistema Cantareira

Jornal do Brasil

A Secretaria Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro informou, por meio de nota, que a transposição de águas do Rio Paraíba do Sul em São Paulo poderia comprometer a segurança hídrica fluminense. De acordo com a nota, o Rio é “fortemente dependente da Bacia do Rio Paraíba do Sul, responsável pelo abastecimento de mais de 11 milhões de habitantes e pela sustentação de parcela expressiva da atividade econômica do Estado”.

>> Proposta de Alckmin pode prejudicar abastecimento no RJ

A nota foi divulgada em resposta à intenção do governo de São Paulo de interligar a Bacia do Rio Paraíba do Sul, que nasce em São Paulo, com o Sistema Cantareira, que abastece a Grande São Paulo e que, pela escassez de chuvas, registra os piores níveis dos últimos 40 anos.

Governador de São Paulo quer dividir com o Rio de Janeiro a captação da água do Rio Paraíba do Sul

Para fazer a interligação, no entanto, é preciso aprovação da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), já que o Paraíba do Sul corta três estados (Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais).

Sistema Cantareira enfrenta os piores níveis dos últimos 40 anos

Estudos preliminares da Secretaria de Ambiente do Rio apontam que a disponibilidade de água na Bacia do Paraíba do Sul já apresenta problemas no período de estiagem. “Em Santa Cecília (ponto de captação da água para o Rio Guandu e região metropolitana do Rio), a regra em vigor determina vazão mínima de 250 metros cúbicos por segundo (m3/s) que, pela falta de água, já não é atendida em 8% do tempo (período de estiagem)”, informa a nota.

A Secretaria diz ainda que "é fundamental um aprofundamento técnico sobre o verdadeiro impacto no território fluminense. A preocupação do Governo do Estado do Rio é com a garantia de água para hoje e para as próximas gerações”.

Agência Brasil


Tags: Rio, SP, Sistema, abastecimento, seca

Compartilhe: