Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Rio

PMs que arrastaram mulher em Madureira chegam para depor

Agência Brasil

Os três policiais militares que levaram a auxiliar de serviços gerais Claudia Ferreira em uma viatura e deixaram o corpo cair e ser arrastado, no último domingo (16), chegaram às 16h20 para depor na 29ª Delegacia de Polícia (DP), em Madureira. A polícia fechou a rua em frente à delegacia, como forma de tentar despistar os jornalistas que aguardavam a chegada dos policiais, que acabaram entrando pela porta de trás.

Os três usavam camiseta branca e calça jeans e entraram rapidamente no prédio sem falar com a imprensa. Os PMs estão presos no Complexo Penitenciário de Gericinó, no presídio de Bangu 8. Eles serão ouvidos pelo delegado Carlos Henrique Machado, que interrompeu as férias para cuidar pessoalmente do caso.

O advogado de um dos policiais, Jorge Carneiro Mendes, disse, mais cedo aos jornalistas, que os policiais não participaram do tiroteio no Morro da Congonha, quando Claudia foi baleada, e que eles apenas socorreram a vítima. Segundo o advogado, moradores tentaram abrir o porta-malas da viatura.

Tags: auxiliar, Madureira, morte, policiais, serviços

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.