Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Rio

Agências da Caixa no Rio fecham por falta de vigilantes

Agência Brasil

As agências bancárias da Caixa Econômica Federal não abriram hoje (18) na Baixada Fluminense e em Niterói, região metropolitana, devido à paralisação dos vigilantes da empresa que presta serviços de segurança à instituição nessas localidades. A assessoria da Caixa informou que o contrato de prestação de serviços está sendo cumprido e que, junto com a empresa de segurança (CJF), a instituição toma todas as providências necessárias.

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Vigilantes e Empregados em Empresas de Segurança do Rio de Janeiro, Antônio Carlos de Oliveira, a empresa contratante tem atrasado uma série de benefícios e a greve continuará até que os encargos trabalhistas sejam quitados. “Essa empresa [CJF] é antiga, tem mais de 50 anos, mas está falindo e, de uns tempos para cá, começou a atrasar salários, tíquete-refeição e vale-transporte, além de horas extras”, afirmou o sindicalista.

Segundo ele, os vigilantes da Caixa enfrentam o problema há muitos anos. “Esta será a quarta ou quinta empresa que presta serviço à Caixa Econômica, quebra e não paga verbas recisórias, salários etc”, disse Oliveira. Ele disse que empresas anteriores que faliram deixaram de depositar até mesmo o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) enquanto ainda prestavam serviços ao banco. “Quebra uma empresa, entra outra, e continuam os mesmos vigilantes que, para não ficarem desempregados, aceitam ser contratados ganhando menos e saindo com uma mão na frente e outra atrás”, criticou.

O sindicalista estima que, se a CJF fechar, mais de 2 mil vigilantes perderão o emprego. Eles temem ainda não receber os benefícios atrasados, já que o contrato entre a empresa e o banco vence no fim do mês. Ao ser contatada pela Agência Brasil, a CJF informou que só irá se pronunciar a respeito da paralisação amanhã (19).

Segundo a assessoria da Caixa, a lei prevê que só é permitido o funcionamento das agências bancárias com a garantia da segurança para clientes e empregados e também a segurança para o patrimônio público.

Para os clientes que não puderam usar os serviços das agências fechadas hoje, o banco informou que contas de água, luz, tributos, boletos de cobrança e de prestações da casa própria, saques de conta-corrente e  benefícios sociais como Bolsa Família, Seguro-Desemprego e FGTS, entre outros serviços, são encontrados nas caixas lotéricas conveniadas com a Caixa. Por meio de aplicativo para celulares e smartphones e pela internet também é possível acessar as principais funcionalidades da conta como conferir extrato, fazer transferências, pagamentos e fazer depósitos e transações bancárias.

Tags: agências, baixada, cef, paralisação, seguranças

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.