Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Rio

Subcomandante de UPP da Vila Cruzeiro será enterrado hoje no Rio

Agência Brasil

O corpo do tenente da Polícia Militar, Leidson Acácio Alves Silva, 27 anos, vai ser enterrado hoje (14) às 15h30, no Cemitério Parque Jardim da Saudade, na Sulacap, zona oeste do Rio, numa área destinada a policiais militares mortos em serviço. O oficial foi ferido ontem (13) à noite com um tiro na testa, na divisa entre as comunidades do Parque Proletário e Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, após perseguir, com oito comandados, dezenas de criminosos que momentos antes fizeram disparos contra à base da UPP. O confronto ocorreu  na Rua 10, no alto da comunidade.

O tenente Alves Silva foi levado para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, e morreu no início da madrugada. Ele chegou a ser operado às pressas, mas não resistiu ao ferimento. O corpo do militar já foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) e deve chegar ao cemitério por volta das 13h, para ser velado na Capela A.

A ação dos criminosos teve início por volta das 20h40 da noite passada, quando tiros foram disparados na direção do contêiner que serve como base da UPP Vila Cruzeiro na Rua José Rucas. Durante a ação ninguém se feriu e a base da UPP não chegou a ser atingida pelos tiros.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado e foi à comunidade fazer ações de varredura durante a madrugada, mas os criminosos não foram localizados. O policiamento está reforçado em todo o Complexo da Penha com efetivo de diversas UPPs. O tenente Acácio estava na corporação há pouco mais de três anos e na UPP Vila Cruzeiro há três meses. 

Tags: a ação, da upp, durante, e a base, ninguém, se feriu

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.