Jornal do Brasil

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Rio

Subcomandante da UPP da Vila Cruzeiro é sepultado em Sulacap

Tenente Leidson Acácio Alves Silva foi baleado na quinta-feira à noite por criminosos

Jornal do Brasil

Foi sepultado nesta sexta-feira, no Cemitério de Sulacap, na Zona Oeste do Rio, o corpo do tenente da Polícia Militar Leidson Acácio Alves Silva, morto durante um ataque, na quinta-feira (13), na Vila Cruzeiro. O comandante-geral da PM, José Luiz Castro, e o coordenador das UPPs, Frederico Caldas, compareceram, ao sepultamento. Leidson era subcomandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Cruzeiro. 

O ataque que matou o tenente aconteceu por volta das 20h40, depois que suspeitos dispararam tiros na direção do contêiner que serve como base administrativa da unidade. 

>> UPPs: a paz para inglês verEspecialistas comentam a ocupação da Vila Kennedy e analisam UPPs das duas maiores favelas do Rio

Segundo a polícia, o tenente reuniu oito policiais e saiu em busca dos criminosos. Na Rua 10, por volta das 23h, houve um tiroteio envolvendo a guarnição e os bandidos.

O tenente Leidson Acácio foi baleado na testa e encaminhado para o Hospital Getulio Vargas, que fica próximo à Vila Cruzeiro. De acordo com a CPP, ele chegou a entrar no centro cirúrgico, mas morreu no local.

Esse é o décimo primeiro policial a morrer em uma área ocupada por Unidade de Polícia Pacificadora. Só nos complexos da Penha e do vizinho Alemão, foram sete mortes. A Vila Cruzeiro foi ocupada por policiais e militares em novembro de 2010 e ganhou uma UPP em agosto de 2012.

Tags: alvo, Bandidos, enterro, MILITAR, Policial

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.