Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Rio

RJ: Igreja volta a pedir doações para pagar dívidas da JMJ

Portal Terra

O cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, voltou a pedir doações para pagar as dívidas da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), realizada em julho do ano passado no Rio de Janeiro. Através de um artigo publicado no site da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), ele disse que vai aproveitar o lançamento do Instituto para a Juventude para lançar a campanha "Doe de Coração", que busca arrecadar dinheiro para pagar as contas deixadas pelo evento. "Chamamos esse evento de 'Doe de Coração' porque se destina também a arrecadar fundos para continuar saldando os investimentos feitos para a realização da Jornada 2013, que fez um bem enorme ao mundo e, em especial, à nossa pátria", escreveu.

Durante uma coletiva de imprensa em Roma, logo depois de ter sido feito cardeal pelo papa Francisco, Dom Orani falou de sua preocupação com o pagamento das contas. "Mas estamos na reta final para acertamos tudo", disse na época. O evento será transmitido pelas emissoras de TV católicas durante o fim de semana e já tem confirmadas as presenças do cardeal arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno, além de outros religiosos. "Agora é tempo de juntarmos forças para saldar os últimos investimentos da JMJRio 2013. Queremos contar com o seu apoio e incentivo", pede o cardeal. O Insitituto da Juventude é uma consequência da Jornada e, liderada pelo cardeal, pretende trabalhar em todo o país na “promoção, recuperação e inclusão do jovem na sociedade, através da evangelização".

Dom Orani lembra no texto as palavras gentis do papa Francisco para com o povo brasileiro, quando chamou a todos de "ladrões", por terem roubado seu coração. "O papa Francisco disse ontem que o brasileiro é muito solidário. E nós sabemos que isso é verdade. Por isso, temos certeza de que essa obra vai continuar e os passos serão dados como um belo sinal de unidade da Igreja no Brasil", disse, lembrando as palavras do Papa no lançamento da campanha da fraternidade da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) deste ano, cujo tema é "Fraternidade e Tráfico Humano". 

Segundo estimativas, as dívidas da Jornada ultrapassaram os R$ 140 milhões. A arquidiciocese vendeu um prédio e reduziu a dívida para cerca de R$ 90 milhões. Depois, a dívida baixou pela metade e o papa Francisco fez uma doação de R$ 11,7 milhões, deixando os números abaixo dos R$ 30 milhões. A Igreja do Rio também faz uma campanha nos folhetos distribuídos nas missas, além de buscar ajuda em contato direto com empresários cariocas.  

Tags: as, do, dom orani, lembra, no texto, palavras gentis, papa francisco, para

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.