Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Rio

Passageiros de ônibus terão esquema especial de trânsito na volta do carnaval

Agência Brasil

A volta ao Rio de passageiros que deixaram a cidade de ônibus no período que antecedeu o carnaval vai ter um esquema especial de trânsito, informou o secretário municipal de Transportes,  Carlos Roberto Osório. "As pessoas começam a voltar terça ou quarta. Outras pessoas voltam no segundo  fim de semana. A saída é mais concentrada e a volta mais espalhada. Mas é muito importante que a rodoviária cumpra o combinado e só marque horários de embarque e desembarque no número que o terminal comporte", acrescentou em entrevista à Agência Brasil.

Osório reconheceu que houve problemas entre a sexta-feira (28) e o sábado (1º) com a passagem dos carros alegóricos do primeiro dia de desfiles da Série A, o que complicou o trânsito próximo à rodoviária do Rio, na zona portuária. Ele explicou que a dispersão depois do desfile também não se deu como o planejado e isso gerou alguns inconvenientes. "Nós conversamos com a Lierj [Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, que reúne agremiações da Série A] e com a Liesa [Liga Independente das Escolas de Samba, composta por escolas do Grupo Especial]. Domingo e segunda, não temos preocupações. A Liesa faz carnaval há muitos anos. Nós não temos qualquer preocupação com os desfiles grandes de domingo e segunda", comentou.

Para o secretário, o problema das escolas da Série A é que algumas são grandes e não se concentram na Cidade do Samba, como ocorre com o Grupo Especial. "O fato é que a Série A tem um conjunto de escolas maiores e elas não ficam na Cidade do Samba. Ficam mais dispersas pela cidade e isso gera uma complicação maior. Para o primeiro dia do Grupo Especial, a nossa preocupação é que os carros alegóricos da Série A sejam retirados", completou.

Outro fator apontado por ele para a confusão no trânsito próximo à rodoviária é que houve um acúmulo de ônibus. "Nós alertamos os operadores da rodoviária, da ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres] e do Detro [Departamento de Transportes Rodoviários], que não pode marcar maior número de viagens do que comporta o terminal rodoviário. Quando os ônibus não conseguem acessar, porque não há vagas no terminal, isso acaba provocando retenções do lado de fora. Nós montamos um plano de contingência com eles. Disponibilizamos algumas ruas como bolsões de estacionamento, mas não haverá mais isso neste domingo, na segunda e na terça, porque o grande volume de chegada e de saída se deu na sexta e no sábado".

Osório informou ainda que o metrô está sendo muito utilizado neste carnaval, mais até que em anos anteriores. Para ele, esse meio de transporte metrô é a melhor opção para chegar ao Sambódromo e também para o carnaval de rua. "O metrô está trabalhando a toda carga durante o carnaval , 24 horas, até a terça-feira e tem sido uma boa alternativa, principalmente em um fim de semana como este, com as interdições todas do Sambódromo e uma quantidade muito grande de blocos interrompendo o trânsito de maneira coordenada em várias áreas da cidade. O metrô passa a ser a melhor opção para quem vai ao bloco ou à Marquês de Sapucaí.

Na avaliação do secretário, a população tem atendido o pedido da prefeitura e preferido  o metrô para se deslocar pela cidade." Não tenho dúvida. O uso do metrô está bastante alto. E isso tem ajudado a cidade a se locomover melhor", disse.

Tags: estrada, feriado, folia, Trânsito, viagem

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.