Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Rio

Amigas carregam fantasias em ônibus para desfile de domingo no Rio

Portal Terra

Em dias de Carnaval é possível encontrar de tudo pelas ruas do Rio de Janeiro. Dá para encontrar até fantasia andando de ônibus. E nesse caso, ônibus com ar condicionado. Essa foi a solução que as amigas Claudia Costa, Eneida Mendes e Angela Veloso encontraram para levar para casa suas fantasias para o desfile das escolas de samba de domingo (2). Elas foram até a cidade do Samba, na zona portuária e sem conseguir um táxi, apelaram para o bom e velho ônibus. “O motorista até ajudou a gente a colocar a fantasia para dentro”, conta às gargalhadas Eneida Mendes.

Elas são integrantes do grupo de percussão feminina da São Clemente, que desfila no grupo A e no enredo “Favela” vão desfilar na 21ª ala, chamada “Religião”. “Nós fomos as últimas a buscar as fantasias. A São Clemente é muito organizada e entrega as fantasias com muita antecedência”, conta Claudia Costa, que toca tamborim, e diz que durante o ano a escola faz cursos de percussão para mulheres. “Participamos de atividades na quadra da escola o ano todo, tocamos em outros blocos, mas ainda não estamos preparadas para tocar junto com a bateria na avenida”, explica.

As três amigas improvisam transporte das fantasias no ônibus
As três amigas improvisam transporte das fantasias no ônibus

Além delas outras 200 “clementianas” como elas se chamam, vão desfilar na mesma ala no próximo domingo. Angela Veloso tem quatro anos só de São Clemente, e muitos mais de avenida. “Esse ano as fantasias estão mais pesadas, mas o que importa é a empolgação de desfilar”, afirma. Uma fantasia como a delas costuma custar cerca de R$ 600. “Mas para nós, que somos da escola, são de graça”, conta Claudia

Com bom humor elas vão se explicando aos outros passageiros que entram e encontram quatro assentos totalmente ocupados por fantasias. “No carnaval os cariocas ficam mais sensíveis, mais amáveis”, disse Claudia. E pelo que o Terra conseguiu acompanhar, quem entra faz pergunta sobre o desfile e deseja feliz carnaval às amigas. “Vai ter carnaval aqui dentro”, brincaram. Mas tem quem reclame. “Um absurdo, em plena hora de pico, pessoas querendo voltar para casa e quatro assentos ocupados por fantasia”, reclamou uma passageira. As amigas até bateram boca com quem reclamou, mas no fim, que ninguém as leve mal, já é carnaval. 

Tags: . ruas, desfiles, foluia, Rio, transporte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.