Jornal do Brasil

Sábado, 2 de Agosto de 2014

Rio

Alunos do Grupo Galileo serão transferidos mesmo sem documentos

Jornal do Brasil

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro, por meio do Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon),  interveio  junto  ao Ministério da Educação (MEC), na manhã desta quarta-feira, 26, visto que a UniverCidade e a Gama Filho não estão entregando a documentação necessária para a transferência dos estudantes. Após iniciativa da Defensoria, o MEC garantiu que as faculdades receberão os alunos mesmo que eles estejam com documentação incompleta.

"A Estácio de Sá, Veiga de Almeida e Faculdade de Tecnologia Senac Rio têm uma lista com os nomes dos alunos que podem se inscrever nas instituições. Eles não serão prejudicados. E os que têm interesse em aderir ao processo de transferência assistida podem se apresentar até o dia 14 de março”, disse a coordenadora do Nudecon, Larissa Davidovich.

A defensora pública comentou que a decisão do MEC e o compromisso das três instituições em receber os alunos atenuam a situação, mas lamentou que o Grupo Galileo não tenha cumprido a decisão em caráter liminar que determinava a entrega da documentação até o próximo dia 28. Na tarde de hoje (26), Larissa Davidovich está no campus da UniverCidade, no Centro, conversando com os estudantes e esclarecendo dúvidas.

Tags: crise, educação, gama, Rio, universidades

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.