Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Rio

Jefferson recebe 'dieta alternativa' em presídio de Niterói

Portal Terra

Encaminhado na noite de segunda-feira para a Casa do Albergado Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, o ex-deputado Roberto Jefferson vem recebendo uma “dieta alternativa” elaborada pelas nutricionistas da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) fluminense.

A necessidade de alimentação especial foi uma das bases do pedido de prisão domiciliar feito pela defesa do deputado e rejeitada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa.

Segundo a Seap, a dieta busca “atender as necessidades do preso”, alocado em Niterói por se tratar de uma unidade para presos em regime semiaberto. Em 2012, o ex-parlamentar fez uma cirurgia para retirada de um tumor no pâncreas e, de acordo com os seus advogados, o sistema penitenciário não tem condições de garantir o tratamento médico de Jefferson. 

Para justificar o pedido de prisão domiciliar, a defesa anexou aos documentos enviados ao STF a dieta que ele deve seguir. A dieta prescrita pelos médicos e nutrólogos do ex-deputado inclui, no café da manhã, banana com canela, geleia real e pão preto. No almoço, o prato deve ter salada, arroz integral, carne ou salmão defumado e, no jantar, sopa de legumes. A Seap, no entanto, não especificou no que consiste a dieta do detento.

Delator da Ação Penal 470, o processo do mensalão, Jefferson foi condenado a sete anos e 14 dias de prisão em regime semiaberto e foi o último dos condenados a ter a prisão decretada.

Tags: delator, esquema, jeff, Mensalão, réus

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.