Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Rio

Pane em sinais deixa trânsito caótico em diversos bairros do Rio

Jornal do Brasil

Uma pane no sistema de sinais de trânsito no Rio prejudicou ainda mais a fluxo de veículos, que já vinha sendo complicado deste o início da semana, devido às intervenções promovidas pela Prefeitura no Centro. De acordo com o Centro de Operações, foram identificadas falhas de comunicação nas centrais semafóricas da Zona Sul, Centro e Zona Norte.

A CET-Rio e a Guarda Municipal foram acionadas para operarem nos locais mais afetados. Também foram enviadas equipes de manutenção para reparar o problema.

Com os sinais em pane, veículos bloqueavam cruzamentos, deixando o trânsito completamente congestionado. Os reflexos eram sentidos principalmente na Zona Sul, Zona Norte e Centro. 

Somente às 11h55 as centrais semafóricas foram totalmente normalizadas. Agentes de trânsito ainda trabalhavam nas áreas mais prejudicadas pela pane e motoristas ainda enfrentavam lentidão em diversos pontos da Zona Norte, Centro, Zona Sul e Zona Oeste. 

De acordo com o Centro de Operações da prefeitura do Rio, houve uma falha de comunicação no servidor que controla a programação dos sinais luminosos. Com isso, pela manhã, os sinais estavam piscando somente a cor amarela, uma programação que deveria ficar apenas durante a madrugada. Em outros locais, os sinais ficaram com a luz vermelha acesa, confundindo os motoristas.

O problema começou no início da manhã. Passadas mais de quatro horas, o gerente executivo do Centro de Operações, Pedro Junqueira, ainda não sabia o motivo da pane e também não tinha previsão para a regularização do problema.

“A gente entende a consequência, sabe onde está o ponto de atenção, ou seja, temos uma direção para a investigação, mas não temos como resolver. Estamos focados para resolver agora e já pensando na volta para a casa”, disse.

Junqueira explicou que o problema não pode ser tratado como “um colapso total”, porque os sinais não se apagaram, mas funcionam com a programação errada. “É um fato raro”, lamentou.

Na Zona Portuária, sinais piscavam na Avenida Francisco Bicalho, afetando o Elevado do Gasômetro e parando a Ponte Rio-Niterói. Havia reflexos na Avenida do Contorno e na BR-101. No Centro, havia sinais apagados no Trevo das Forças Armadas e na Avenida Presidente Vargas.

A Linha Amarela também ficou congestionada no sentido Fundão desde a altura da Avenida Geremário Dantas. Havia problemas também na Tijuca, em São Cristóvão, no Lins de Vasconcelos, e no Méier. Na Zona Sul, os bairros afetados foram Laranjeiras, Lagoa, Jardim Botânico, Botafogo e Humaitá. 

Além do problema com os sinais, o carioca enfrenta mais um dia de confusão no Centro por causa das mudanças no trânsito implantadas na segunda-feira (17). Várias ruas estão com a mão invertida e outras com o acesso proibido. A orientação aos motoristas é feita por agentes de trânsito, que não conseguem impedir os congestionamentos.

O problema ficou ainda pior devido à falta de energia que atingiu parte de Botafogo. O quarteirão das ruas Real Grandeza e Voluntários da Pátria, em Botafogo ficou sem luz por volta das 8h30m. 

Com Agência Brasil

Tags: bairros, congestionamento, falha, Rio, sinais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.