Jornal do Brasil

Sábado, 21 de Abril de 2018 Fundado em 1891

Rio

Arcebispo do Rio celebra última missa antes de virar cardeal

Jornal do Brasil

Rodeado de cerca de 40 familiares e amigos, o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, celebrou em Roma uma missa, nesta quarta-feira, na sede de governo da ordem dos Cistercienses, à qual pertence. Falando em italiano e português, o arcebispo disse se sentir feliz por celebrar em um lugar para ele tão importante. "É como voltar às origens, já que comecei num mosteiro da ordem em Rio Pardo”, lembrou. O bispo foi saudado antes da missa pelo abade geral da congregação, dom Mauro-Giuseppe Lepori. "Quando um de nós recebe uma honraria, todos recebemos juntos”, disse o suíço.

Dom Orani levou um susto ao saber que seria o primeiro cardeal da ordem cisterciense em mais de 50 anos, já que o último a receber a honraria foi um monge cisterciense que vivia em Jerusalém na metade do século passado. "Espero que não demore mais 50 anos sem outro, porque senão é muita responsabilidade”, brincou durante o agradecimento.

Rodeado de cerca de 40 familiares e amigos, o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, celebrou em Roma uma missa, nesta quarta-feira, na sede de governo da ordem dos Cistercienses, à qual pertence

Mais cedo, acompanhando da irmã Ondina, sobrinhas, tias, funcionários que cuidam do Palácio São Joaquim, no Rio de Janeiro, além de todos os seus bispos auxiliares e alguns padres, dom Orani participou da audiência pública que o papa Francisco concede todas as quartas-feiras. Dom Orani entrou na fila de cumprimentos na praça São Pedro, onde as cerimônias são realizadas e deu ao Papa dois DVDs de presente. "Um duplo com as imagens dele durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio e outra com o filme oficial do evento”, confirmou, agradecendo ao pontífice pela visita à capital fluminense, e por ajudar a sanar as dívidas do evento que ainda não foram pagas.

Depois da missa, Dom Orani recebeu um convite do médico Cesar Neves, que viajou de Belém a Roma especialmente para o momento. O convite é para fazer palestra em um congresso de medicina cirúrgica em Belém em agosto. "Mas eu não entendo nada de medicina," disse o bispo que ficou de encaixar o evento na agenda. No fim, ele se despediu de todos até sábado. 

Nesta quinta-feira, o futuro cardeal brasileiro entra em retiro espiritual no Vaticano e só reaparece às 11h da manhã na Basílica de São Pedro quando vai receber o anel e o barrete cardinalício. "Nos vemos na hora dos cumprimentos no sábado à tarde", se despediu. 

Quem também irá a Roma para acompanhar a celebração é a presidente Dilma Rousseff, que na sexta-feira terá um encontro com o papa Francisco. 

Portal Terra


Tags: Rio, cardeal, futuro, orani, roma-

Compartilhe: