Jornal do Brasil

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Rio

Público do Rio Open reclama de cerveja a R$ 12 e água a R$ 5 

Portal Terra

Há quase um mês, uma campanha na internet tem feito sucesso com diversas páginas nas redes sociais alertando os moradores do Rio de Janeiro para os preços que os internautas consideram “$surreais”, no que seria a nova moeda que deveria circular pela cidade diante dos valores cada vez mais abusivos praticados na capital fluminense. Maior torneio de tênis já realizado no País, o Rio Open segue a tendência da futura sede olímpica e conta com comidas e bebidas que fazem o público desembolsar altas quantias contra a fome e sede.

Realizado no Jockey Club, na zona sul do Rio, a competição que trouxe o número um do mundo, Rafael Nadal, além do quarto melhor tenista da atualidade, o também espanhol David Ferrer, vende em quiosques e estabelecimentos, por exemplo, uma garrafa de água por R$ 5 (300 ml) e um cachorro quente (pão, salsicha e condimentos) por R$ 8.

Se quiser uma batata destas no estilo salgadinho para acompanhar, são mais R$ 7. “É o famoso imagina na Copa. Imagina nas Olimpíadas. Acho um absurdo ter que pagar um valor desses”, reclamou Glauco de Oliveira, 21, estudante, no complexo de quadras para ver os debutes de Nadal e Ferrer no torneio.

Doce licenciado pela bela russa Maria Sharapova, o “Sugarpova”, pacote de balas de diversos sabores, custa R$ 15. Se a opção for por uma refeição mais consistente, um prato de yakissoba não sai por menos de R$ 25 em dos restaurantes do local. E se a ideia for fazer um lanche mais simples, um pedaço de pizza está custando R$ 10.

Isso sem falar na cerveja, que em uma das marcas patrocinadoras, a Stella Artois, cuja long neck possui 275 ml, tem o preço fixada em R$ 12. Se a opção for por uma bebida mais natural, 500 ml de água de coco saem por R$ 6. “O que fazer? Fiquei sabendo agora que pode entrar com comida, mas deveria ter um preço mais baixo, não estão fazendo esse torneio justamente para popularizar o tênis”, perguntou o publicitário Edson Ramos, 31.

A organização do evento permite que os torcedores levem para as quadras lanches e frutas desde que devidamente embalados, mas não podem adentrar o complexo portando garrafas ou latas. As diversas opções de entretenimento do Jockey Club, no entanto, como mini-quadra para as crianças e diversas outras atividades de entretenimento, são gratuitas. O preço dos ingressos varia de acordo com o dia e período, e fica entre R$ 30 a R$ 350.

Tags: jóqueio, preços, Rio, salgados, tênis, Torneio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.