Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Rio

Garotinho processa editora Globo por matéria da Época

Jornal do Brasil

O deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) vai processar a editora Globo, responsável pela publicação da revista Época, que, no final de semana, circulou com duas capas e uma reportagem em que acusa o ex-governador do Rio de estar por trás do fracasso das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora). De acordo com a assessoria do deputado, a matéria "O sabotador da pacificação", induz o leitor a achar que, por meio do seu blog, Garotinho teria montado um esquema para desestabilizar o principal programa de governo de Sérgio Cabral na área de Segurança Pública. A revista supõe ainda, segundo a assessoria, que Garotinho teria ligações com a banda podre da polícia a serviço do tráfico de drogas. 

Esta manhã, o deputado e ex-governador se defendeu durante o programa de rádio "Fala Garotinho", da Rádio Manchete (AM 760).

- É muita ingenuidade achar que um blog pode desestabilizar uma UPP. A Unidade de Polícia Pacificadora tem méritos, mas ela não dá certo por quê? Primeiro porque não prende os bandidos. Cabral avisa que vai ocupar e exporta criminosos para outras áreas do Rio. A ocupação policial só funciona se tiver ocupação social. Mas o atual governador acabou com todos os programas sociais do meu governo. Jovens pela Paz, Casa da paz, Cheque Cidadão. Não adianta que polícia não é assistente social - afirmou Garotinho.

O ex-governador acusou Cabral de ter pago a revista para publicar a reportagem contra ele. E citou outro processo que abriu contra a revista Época uns sete anos atrás em que foi vencedor e ganhou R$ 300 mil. 

- Vou entrar de novo na justiça contra a Época. Já ganhei uma vez e vou ganhar agora. Essa reportagem foi comprada pelo governador Sérgio Cabral. A revista saiu no final de semana com duas capas. Para o estado do Rio, a capa é com uma foto minha ao lado do ex-chefe de polícia Álvaro Lins, em 2004, e, para o restante do Brasil, a capa é sobre uma nova dieta - afirmou Garotinho.

Segundo o ex-governador, outro ponto que reforça que a reportagem foi comprada é a venda casada do final de semana.

- A Época foi vendida junto com O Globo, pelo mesmo preço do jornal. Quem pagou a revista? Alguém tem alguma dúvida de que foi o Palácio Guanabara? - assegura.

Garotinho lembrou também durante o programa de rádio que foi ele que prendeu os maiores traficantes do Rio, quando era governador e secretário de Segurança do governo Rosinha.

- Os maiores traficantes do Rio, inclusive o maior Fernandinho Beira-Mar, fui em que prendi. Marcinho VP, My Thor e Facão são alguns dos mais de cem que conseguimos botar atrás das grades. Qual traficantes graúdo Cabral prendeu em sete anos de governo? Nenhum, porque ele faz acordo com o tráfico - atacou Garotinho.

Para o deputado e ex-governador, a ação de Cabral com a Época foi uma resposta ao fato de Garotinho ter publicado no seu blog o rap "O Bandido do Rio" do MC PH Lima que ataca o atual governador. Outro motivo seria, segundo Garotinho, a sua liderança nas pesquisas para o governo do Rio.  

- Cabral não gostou nem um pouco do rap do MC PH Lima que diz "O bandido, o bandido, o bandido, o bandido, se acha o tal. O nome do bandidoôô é Sérgio Cabral!". O governador está com medo porque todas as pesquisas me apontam em primeiro lugar porque o povo não é bobo. Só falta eles dizerem agora que fui eu que emprestei o fósforo pra incendiar Roma ou mandei crucificar Jesus Cristo - ironizou Garotinho.

O deputado prometeu subir nesta terça-feira a tribuna da Câmara Federal e mostrar as duas capas da revista Época, denunciando "a farsa da reportagem comprada pelo governador Sérgio Cabral".

Tags: capa, garotinho, globo, processa, revista

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.