Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Rio

Manifestante se apresenta à polícia e admite ter repassado rojão para suspeito

Fábio Raposo é considerado co-autor e será indiciado por tentativa de homicídio e crime de explosão

Jornal do Brasil

O tatuador Fábio Raposo se apresentou hoje na 16ª Delegacia de Polícia (Barra da Tijuca). O rapaz assumiu ter passado o artefato que atingiu o cinegrafista Santiago Andrade, da TV Bandeirantes, para outro manifestante.

O conteúdo do depoimento, que foi encaminhado para a 17ª DP (São Cristóvão), encarregada de apurar o caso, ainda não foi divulgado. Contudo, segundo o delegado responsável pelo caso, Maurício Luciano, o tatuador foi indiciado por tentativa de homicídio e pelo crime de explosão.

Fábio declarou não conhecer o rapaz de camisa cinza, que aparece nas imagens da TV Brasil lançando o artefato que atingiu o cinegrafista. Em entrevista à Globo News, o tatuador relatou os momentos que antecederam o acidente. "Logo que eu cheguei, houve um corre-corre. Eu fui até lá para ver o que tinha acontecido. Estava tendo um confronto entre manifestantes e alguns policiais militares. Daí jogaram uma bomba de gás lacrimogêneo próximo a mim. Eu coloquei a minha máscara de gás, que é mais para minha proteção mesmo, porque machuca o peito e arde o rosto, e foi isso. Eu cheguei, fui até lá, vi que estava tendo um confronto entre a polícia e os manifestantes. Nesse corre-corre, eu vi que um rapaz correndo deixou uma bomba cair. Uma bomba, não sei o que é, um negócio preto assim. Daí, eu peguei e fiquei com ela na mão. Esse outro cara veio e falou para mim: ‘Passa aí para mim, que eu vou e jogo. Eu vou e jogo’. Eu peguei e passei para ele. Foi só isso mesmo", disse.

Após prestar depoimento, Fábio foi liberado. Ele estava acompanhado de um advogado e se comprometeu a auxiliar nas investigações. Fábio tem outras passagens pela polícia. Já foram registrados dois boletins de ocorrência contra o tatuador. Um na 5ª DP, por dano ao patrimônio público e associação criminosa. Já na 14ª DP, ele foi fichado pelo crime de ameaça. Ambos os boletins foram registrados durante as manifestações.

Tags: black bloc, fábio raposo, manifestação, santiago andrade, tv bandeirantes

Compartilhe: