Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Rio

Reportagem do 'JB' sobre remoções em UPPs repercute na mídia internacional

Jornal do Brasil

Após uma reportagem publicada pelo Jornal do Brasil no dia 15 de dezembro - "Pesquisa alerta para impacto das remoções na saúde dos moradores" -, abordando as graves consequências das remoções em comunidades pacificadas do Rio de Janeiro, em função das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo do Estado do Rio, a Ong internacional Rio On Watch repercutiu o tema na sua página oficial na internet.

No dia 22 de setembro, o artigo “Governador pacificou a Rocinha como na Alemanha. Só falta câmara de gás", publicado pelo professor Davison Coutinho na coluna Comunidade em Pauta, do Jornal do Brasil, teve repercussão internacional no mesmo blog.

Reportagem do JB é destaque na mídia internacional
Reportagem do JB é destaque na mídia internacional

A reportagem assinada pela repórter Cláudia Freitas aborda as questões sociais envolvidas nas remoções realizadas nas comunidades do Complexo do Alemão, Manguinhos, na Zona Norte, e Rocinha, na Zona Sul, cujos os moradores estão sendo afetados pelas obras do PAC, já apresentando problemas de saúde. A matéria também enfoca que os principais objetivos anunciados pelo governo estadual para o PAC não foram alcançados, especialmente com relação à moradia, saneamento básico e mobilidade urbana. 

Reportagem do JB em destaque na mídia internacional
Reportagem do JB em destaque na mídia internacional

As informações constam em um relatório de pesquisa desenvolvida pelo Laboratório Territorial de Manguinhos (LTM) da Escola Nacional de Saúde Pública, em parceria com a Fiocruz e o Ministério das Cidades/CNPq, que será entregue até o final de 2014, com recomendações de melhorias nas comunidades estudadas. Veja aqui a matéria na íntegra. 

Já o artigo de Davison Coutinho, que é morador da comunidade da Rocinha, afirma que a região está abandonada pelo poder público durante décadas, e ainda sofre o domínio do tráfico. Davison diz que a chegada da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) acendeu na população do lugar um "sonho de uma vida melhor". 

No entanto, Davison relata que nos becos e vielas estão acontecem "ameaças, opressões, espancamentos e torturas, como já foi denunciado pelo Jornal do Brasil durante as investigações do sumiço do pedreiro Amarildo". Veja aqui o artigo na íntegra.

Reportagem do JB, publicada em setembro, sobre comunidades pacificadas no Rio de Janeiro
Reportagem do JB, publicada em setembro, sobre comunidades pacificadas no Rio de Janeiro

Em setembro, outra reportagem do JB sobre comunidades pacificadas ganhou espaço no Rio On Watch. Esta foi sobre a polêmica envolvendo o Teleférico do Conjunto das Favelas do Alemão, na Zona Norte da cidade, indicado como "carro chefe" das melhorias prometidas pelo governo estadual, que recebeu o recurso de R$ 210 milhões, mas que se transformou em alvo de crítica dos moradores. Segundo a população da região, o equipamento de mobilidade não atende às necessidades básicas, como sugerido no seu projeto original. Veja aqui a reportagem na íntegra.

Tags: amarildo, fiocruz, remoções, rocinha, tráfico, UPPs

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.