Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Rio

Justiça do Rio pede prisão de acusado de empurrar ex-noiva de terraço

Portal Terra

A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de Leonardo Carvalho de Oliveira, acusado de matar a ex-noiva durante a noite de Réveillon em São Gonçalo. A vítima, Nívia Araújo, 24 anos, teria sido empurrada do terraço da casa onde morava.

Durante as investigações, o réu declarou inicialmente que a ex-noiva teria caído após tentar pegar uma roupa no varal. Logo em seguida, alterou a versão, afirmando que Nívia teria cometido suicídio. Ele tem duas ocorrências registradas na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Niterói.

"Evidente que o acusado, uma vez em liberdade, pode vir a atemorizar as testemunhas, o que prejudicaria a livre instrução criminal. Cumpre salientar que o crime atribuído ao réu é grave e choca a sociedade pela brutalidade, o que abala a ordem pública local, exigindo do Judiciário pronta resposta”, diz o juiz na decisão.

Leonardo teria invadido a casa e entrado à força no quarto de Nívia. Os dois foram ao terraço da casa, de onde Leonardo teria empurrado a estudante. 

Tags: jovem, morte, noite, reveillon, s.gonçalo, Tragédia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.