Jornal do Brasil

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Rio

Rio registra temperatura alta e baixa umidade do ar

Agência Brasil

A temperatura máxima registrada hoje (30) no Rio pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foi 39,7 graus, às 16h, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Já a mínima do dia foi 20,8 ºC, no Alto da Boa Vista, zona norte da cidade, pouco antes do sol nascer. A média do dia no centro ficou em 35 ºC, enquanto na zona oeste chegou a 36ºC.

A causa da permanência da temperatura elevada é a existência de uma massa de ar quente e seco predominando em grande parte do país. “Essa massa muito grande impede a passagem de frentes frias. Elas chegam até a Região Sul, às vezes pelo oceano, atingem um pouco São Paulo, formam áreas de instabilidade, há alguma chuva por lá, mas não têm nenhum sistema que provoque uma mudança razoável, tanto de temperatura, quanto de precipitação”, disse a meteorologista Marlene Leal.

Marlene informou que os níveis de temperaturas devem permanecer altos até o dia 6 de fevereiro e não há previsão de chuva forte. “Continua a temperatura elevada predominando com tempo bom e umidade alta de madrugada e pela manhã. Só na quarta-feira terá alguma chuvinha e de quinta-feira para sexta daria uma mudança com frente fria. Entrando a frente fria, geralmente a queda de temperatura é em torno de 8 graus. Até lá vamos ficar numa faixa de 38ºC a 39ºC”, explicou.

De acordo com a meteorologista, como este período longo de temperatura alta vem acompanhado de baixa umidade do ar durante o dia, a população não sofre com altos níveis de sensação térmica como se verificou nos primeiros dias de janeiro, que chegaram a registrar 50º de sensação térmica. Hoje a umidade na Vila Militar, na zona oeste chegou a 28%, nível considerado bastante baixo. “Quando tem umidade alta, que costuma ser à noite e de madrugada, a pessoa transpira em ambiente úmido e não consegue secar o suor. Isso causa um desconforto muito grande. Às vezes as pessoas falam que pela manhã tem um calor forte e ficam imaginando quanto fará à tarde, mas isso é porque no começo do dia a umidade está mais alta”, esclareceu.

O meteorologista do Clima Tempo, Marcelo Pinheiro, informou à Agência Brasil que o mês de janeiro costuma registrar média de chuva de 202 milímetros e, até hoje, chegou a apenas 57,9 milímetros. Antes disso, o mais baixo nível foi em janeiro de 2007, quando ficou em 56,9 milímetros. Quanto à temperatura, os recordes foram nos meses de janeiro e fevereiro de 2010. Naquele ano, três dias em janeiro marcaram 40º e em fevereiro foram seis dias acima deste patamar. Em janeiro de 2013, a temperatura mais elevada (40,3º) foi anotada no dia 3.

Pinheiro disse que as previsões indicam queda significativa da temperatura apenas em fevereiro e é possível que haja períodos de chuva durante o carnaval devido à mudança que deve ocorrer a partir da segunda quinzena do mês, quando há previsão de chuvas mais regulares. “Não vai ser um verão inteiro de tempo seco. A ideia é que a gente também tenha em março umas pancadas de chuva mais frequentes e frentes frias chegando no Sudeste. Carnaval vai ser no início de março e então a gente pode ter alguns temporais. Como é uma previsão de longo prazo, isso pode mudar”, explicou.

Tags: calor, Previsão, Rio, Tempo, umidade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.