Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Rio

Corpo da quinta vítima de queda da passarela será enterrado hoje

Agência Brasil

O corpo de Luiz Carlos Guimarães, de 70 anos, vítima da colisão de caminhão com passarela na Linha Amarela na terça-feira (28), será enterrado hoje (30) às 16h, no Cemitério Parque da Colina, em Niterói, no Grande Rio. Luiz Carlos estava internado no Hospital Salgado Filho com traumatismo craniano e morreu ontem.

Além dele, quatro pessoas morreram no acidente, ocorrido na manhã de terça-feira. Policiais Militares fizeram hoje (30) mais uma operação para coibir a circulação de caminhões em horário proibido na Linha Amarela. Policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) atuam com duas motos e em seis pontos de blitz.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM), a fiscalização já acontecia mesmo antes do acidente. Policiais militares patrulham a Linha Amarela para coibir o tráfego de caminhões em horário proibido, segundo a PM, desde 2008 quando foi firmado um convênio com a concessionária Lamsa, que administra a Linha Amarela. O tráfego de caminhões na via é proibido das 6h às 10h e das 17h às 20h.

A prefeitura do Rio de Janeiro publicou hoje (30) no Diário Oficial do Município uma notificação para que a Lamsa instale, imediatamente, passarela provisória no local onde havia a passarela destruída pelo caminhão. A assessoria de imprensa da concessionária informou que, por enquanto, não há prazo para instalação da passarela.

Tags: acidente, Amarela, carreta, Linha, morte, queda, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.