Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Rio

RJ: Polícia investiga se motorista estava no celular na queda da passarela

Portal Terra

A polícia investiga se o motorista da carreta que derrubou uma passarela na zona norte do Rio de Janeiro na terça-feira deixando cinco mortos e quatro feridos estaria falando ao celular na hora do acidente. Segundo o delegado Fábio Asty, titular da 44ª DP, um motorista de ônibus que estava próximo ao caminho teria visto a cena.

Além do motorista do ônibus, a polícia também deve ouvir hoje o motorista do caminhão, Luis Fernando da Costa, 33 anos, que está internado em um hospital particular em Duque de Caxias, na região metropolitana do Rio. 

Costa disse em depoimento informal à polícia ontem que não sabia que estava com a caçamba levantada. Se confirmada a culpa, ele responderá por cinco homicídios culposos e três lesões corporais culposas - o quinto ferido é o próprio motorista -, quando não há a intenção de matar ou ferir.

Imagens divulgadas pelo Centro de Operações Rio mostram que a carreta se chocou com a passarela, que tem cerca de 4,5 metros de altura, porque estava com a caçamba levantada no momento do acidente, derrubando, assim, a estrutura de metal. O acidente ocorreu entre os acessos 4 e 5 da Linha Amarela, em Pilares, e interrompeu o trânsito da Linha Amarela, uma das principais vias de acesso ao centro do Rio, até o fim da tarde de terça-feira.

Tags: expressa, passarela, queda, Rio, via

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.