Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Rio

Vítimas de acidente na Linha Amarela estão internadas em hospitais públicos

Agência Brasil

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil levaram mais de três horas para retirar o corpo do taxista atingido pela passarela da Linha Amarela derrubada por um caminhão na manhã desta terça-feira (28). O acidente aconteceu logo depois das 9h15, quando a caçamba do veículo que trafegava pela via fora do horário permitido bateu na passarela e a derrubou, em frente à Comunidade do Rato, em Pilares, na zona norte. Mais três pessoas morreram no acidente.

Táxi ficou esmagado pela passarela. Motorista morreu no local
Táxi ficou esmagado pela passarela. Motorista morreu no local

Guindastes contratados pela concessionária Lamsa, que administra a via, já estão posicionados no local do acidente para iniciar a remoção da passarela. As pistas estão interditadas e, segundo a Lamsa, ainda não há previsão para liberação. A prefeitura pediu à Rio Ônibus e à Federação Estadual de Transportes (Fetranspor) para implementar itinerários alternativos das linhas que passam pela via. O Centro Integrado de Comando e Controle do governo do estado também foi acionado para dar apoio ao trabalho de perícia do local.

Cinco pessoas ficaram feridas no acidente e foram levadas para hospitais públicos. O motorista do caminhão, identificado como Luiz Fernando Costa, foi encaminhado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele. O idoso Luiz Carlos Guimarães, de 70 anos, que estava no banco de trás de um dos carros atingidos pela passarela, está internado no Hospital Municipal Salgado Filho. Ele teve traumatismo craniano e vai ser submetido a uma cirurgia. Já Gláucia Pereira de Andrade, que também estava no carro, foi levada de helicóptero para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, com fratura no joelho.

O motoqueiro Jairo Zenaide, de 44 anos, que passava pelo local, foi atingido por pedaços de concreto e está no Hospital Federal de Bonsucesso, com fraturas em um dos braços. Liliane de Souza Rangel, de 33 anos, foi levada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade. Ainda não há informações sobre o estado de saúde da paciente.

Tags: .expressa, acidente, mortos, Rio, via

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.