Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

Rio

Procon recolhe mais de uma tonelada de produtos impróprios em supermercados

Jornal do Brasil

O Procon Estadual realizou nesta terça-feira (28/01) uma fiscalização, em conjunto com a Secretaria de Estado de Fazenda, nas filiais da rede de supermercado Zona Sul.  No total, a operação vistoriou 28 estabelecimentos, dos quais o Procon Estadual autuou 20, que serão multados. 

Desses, 17 cometiam uma irregularidade em comum: a venda de carne previamente moída – o que é proibido no estado do Rio. Foram recolhidos pela fiscalização mais de uma tonelada de produtos impróprios para consumo, dos quais 822kg eram de carne moída.

No Leblon, na filial da Dias Ferreira, os fiscais encontraram 9kg e 695g de carne esverdeada no local onde ficam as que serão moídas. Também foram recolhidos no estabelecimento 28kg e 176g de pastas diversas e 3kg e 40g de muçarela de búfala vencidos, além de 1kg e 492g de manjuba e 8kg e 695g de camarão sem identificação do prazo de validade.

Em um das filiais do Flamengo, na Rua Senador Vergueiro, foram recolhidos 25kg de carne vencida em setembro de 2013. Os fiscais também encontraram 124kg de carne e 21kg e 730g de pão congelado sem especificação do prazo de validade, além de 16 bandejas (500g cada) de carne moída industrializada. Mesmo carne moída industrializada, por lei, não pode ser comercializada no estado do Rio. Em 12 dos supermercados autuados os fiscais identificaram a existência de carne que já vem moída industrializada e terão de ser devolvidas aos produtores.  

As filiais do Supermercado Zona Sul que não apresentaram irregularidades foram as seguintes:  três em Copacabana (Avenida Rainha Elisabeth, Avenida Nossa Senhora de Copacabana e Rua Francisco Sá), Jardim Botânico (Rua Pacheco Leão, 16), Recreio (Avenida das Américas, 16237), Gávea (Avenida Rodrigo Otávio, 269), Parque das Rosas (Avenida das Américas, 3665) e Olaria (Avenida Brasil, 9561).

 

Tags: autuação, Mercados, rio. multas, Sul, Zona

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.