Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Rio

Comunidades da Zona Oeste do Rio terão unidade da PM

Agência Brasil

Os moradores da Praça Seca, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio, terão uma companhia destacada da Polícia Militar (PM) nos morros São José Operário, Bateau Mouche e na Praça Barão da Taquara, que funcionará também como base administrativa da unidade. 

O posto avançado terá um efetivo de 60 homens. A maioria dos policiais é procedente de unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e, embora a companhia destacada tenha características e objetivos diferentes,  também vai trabalhar na dinâmica do policiamento de proximidade.

O lugar é alvo de constantes tiroteios. Dezenas de moradores tiveram de abandonar suas casas, devido à ação de criminosos procedentes de outras localidades pacificadas e que se instalaram na Praça Seca, causando insegurança.

O comandante do 9° Batalhão da PM, tenente-coronel Wagner Moretzohn, responsável pelo policiamento na área, disse que apesar de a companhia destacada ter sido inagurada ontem (24), o território ainda está ocupado desde a madrugada passada pela tropa do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Os agentes fazem uma varredura em toda a região, inclusive na mata, na parte alta dos morros, à procura de criminosos que ainda possam estar escondidos lá.

"O Bope vai permanecer até o dia 27, segunda-feira, [na região], quando o efetivo próprio da companhia destacada vai dar conta dessa comunidade. A extensão dela é um pouco mais reduzida em relação a outras que receberam UPP, de maneira que a polícia pode ter o controle total do território", avaliou o oficial.

A implantação da companhia destacada faz parte de uma série de ações que a PM está empreendendo desde o ano passado na região da Praça Seca. De acordo com a polícia, as trocas de tiros constantes são resultado de confrontos entre traficantes e milicianos que atuam na região de Jacarepaguá e queriam tomar de volta a região, antes dominada por eles.

Tags: polícia, praça, Rio, seca, upp

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.