Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Rio

Elevado da Perimetral será totalmente interditado no dia 25

Jornal do Brasil

A partir do próximo dia 25, o Elevado da Perimetral será totalmente interditado. A medida faz parte da nova fase da operação de implantação do novo sistema de mobilidade urbana do Porto Maravilha, apresentada nesta sexta-feira (17/01) pela Prefeitura do Rio. A nova etapa de remoção do Elevado da Perimetral permitirá o avanço das obras dos túneis da Via Expressa, hoje com 537,2 metros escavados.

No sábado, dia 25 de janeiro, às 22h, o Elevado da Perimetral, no trecho entre a Avenida General Justo e a Praça Mauá, será definitivamente interditado. No dia 8 de fevereiro, o Mergulhão da Praça XV será fechado; e a circulação de carros particulares na Avenida Rio Branco, proibida. A interdição do Mergulhão é necessária para readequar o traçado atual e incorporá-lo ao do Túnel da Via Expressa. Ele passará a contar com três faixas, como em toda a extensão da Via Expressa. Após as obras, a Praça XV será reconstituída conforme desenho original.

O prefeito Eduardo Paes afirmou que o objetivo do governo municipal é agilizar as interdições e o andamento das obras para que os possíveis transtornos a serem enfrentados por aqueles que passam diariamente pela região durem menos tempo.

"Quanto mais rápido resolvermos isso, menos tempo de transtorno teremos que enfrentar. E mais rápido voltaremos a uma situação mais próxima da normalidade. Acredito que, ao final do primeiro semestre deste ano, já estaremos com o Túnel do Binário pronto, ligando o Moinho às proximidades da Avenida Presidente Vargas. Portanto, à medida em que as obras forem ficando prontas, a sensação será de alívio", afirmou Paes, que voltou a pedir a colaboração do carioca e daqueles que vivem na região metropolitana do Rio:

"As modificações são muitas e, mais uma vez, pedimos à população para que volte a ajustar sua rotina e dê preferência ao transporte público. As mudanças apresentadas hoje foram definidas para que possamos evitar uma situação de caos enquanto a região central do Rio passa pelas obras de revitalização. É um processo de ajuste necessário para a transformação que queremos ver no Centro do Rio. O que devemos ter em mente é que se queremos uma cidade mais sustentável, precisamos priorizar o transporte público", disse. 

Nesta fase, a operação compreende a retirada de 1.689 metros do elevado, entre a Rua Visconde de Inhaúma e o III Comar, na altura da Praça XV, próximo à entrada do Aterro do Flamengo. A metodologia aplicada, de demolição e desmonte, mais indicada  à estrutura composta por concreto e vigas metálicas, também se justifica pela proximidade do viaduto aos edifícios vizinhos. Os trabalhos se dividem em cinco frentes de obras: Avenida Presidente Vargas, Bolsa de Valores, Praça XV, na altura do restaurante Albamar, e na rampa do Elevado da Perimetral da Avenida General Justo.

Segundo o secretário municipal de Transporte, Carlos Roberto Osorio, entre as alterações viárias estão a implantação da mão dupla na Avenida Rio Branco, que se tornará exclusiva para o transporte público; e a criação de vias alternativas no Centro para que a cidade possa se acomodar diante dos novos fechamentos.

Tags: . expressa, fechamento, Rio, Trânsito, via

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.