Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Rio

Dom Orani: "Novo posto é uma missão de grande responsabilidade"

Futuro cardeal do Rio celebrou missa da trezena de São Sebastião na Casa do Padre

Jornal do Brasil

Dom Orani, arcebispo do Rio de Janeiro e recentemente nomeado cardeal pelo Papa Francisco, esteve nesta manhã de sexta-feira (17) na Casa do Padre Cardeal Câmara, no Rio Comprido, Zona Norte da cidade. O arcebispo celebrou, às 7h, a 11º missa da trezena de São Sebastião cuja imagem visita diversos pontos do Rio. A trezena começou no dia 7 e vai até o dia 19. No dia 20, os festejos continuam com a comemoração da data do padroeiro da cidade, São Sebastião.

A missa foi iniciada por Dom Romer, da Casa do Padre. Ele ressaltou a importância da recente nomeação de Dom Orani, que irá se tornar cardeal da Igreja Católica. “Todos os padres, irmãs, enfermeiros e funcionários da Casa do Padre e toda a arquidiocese recebemos com orgulho a notícia de elevação do arcebispo, pessoa altamente prestigiada e abençoada. Todo rebanho é atingido pela alta distinção. Minha alegria se transforma em prece”, disse.

Dom Orani, em resposta a Dom Romer, afirmou que o novo posto é uma missão de grande responsabilidade e que todos os católicos são, de fato, afetados pela notícia.

O arcebispo do Rio de Janeiro chegou à Casa do Padre minutos antes do início da missa e, durante a preparação final, cumprimentou e conversou com os presentes. Ele conta que o período da trezena de São Sebastião é de extrema relevância, já que o evento abre a agenda anual católica.

“É uma oportunidade de começar o ano celebrando o padroeiro da cidade, vendo sua história ser renovada”, explica. Dom Orani revela ainda que, para a arquidiocese, esse é o ano da caridade. “Em 2013, o tema foi fé, acolhimento. Pedimos para que orassem conosco. Nesse, é sobre a caridade social e defesa da vida. Devemos levar esses valores para todos os aspectos”, afirmou.

A missa durou cerca de 50 minutos e emocionou os fieis. Maria da Glória Loureiro, aposentada, explica que, para ela, o evento não é importante apenas pela trezena. “Além dos festejos de São Sebastião, também é importante por ser na Casa do Padre Cardeal Câmara. Faço parte de um grupo de 12 pessoas que ajuda o local, dando suporte aos padres que hoje são mais velhos e já fizeram de tudo pela arquidiocese”, conta.

Já para Jacira de Freitas, que trabalha com serviços gerais na Casa do Padre, a missa despertou diversos sentimentos. “Um evento desses abre o coração e alivia o espírito. Além disso, ainda é celebrada pelo Dom Orani, que está numa missão maior”, diz.

Desde o dia 7 de janeiro, a trezena de São Sebastião já passou por locais como o Instituto Nacional do Câncer (Inca), sede da Polícia Civil e o asilo Recreio dos Anciãos, além de uma procissão pela Ilha de Paquetá. No sábado (18), a trezena ainda passa pela capela São Sebastião em Campo Grande e pela Paróquia São Pedro Apóstolo, na Pedra de Guaratiba.

Já no domingo (19), haverá uma visita ao hospital Mário Kroefe, na Penha e a missa de encerramento da trezena, na paróquia São Sebastião de Vargem Grande. Na segunda (20), dia de São Sebastião, às 10h da manhã, será celebrada missa na paróquia de São Sebastião da Tijuca e ao final do dia a imagem do santo retorna à Igreja dos Capuchinhos.

Tags: arcebispo, cardeal, missa, Rio, rio comprido

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.