Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Rio

Atirador que feriu 12 em Copacabana permanece internado

Portal Terra

Das 12 pessoas feridas no tiroteio da noite de Réveillon em Copacabana, apenas Adilson Rufino da Silva, o homem que roubou a arma de um policial militar e causou toda a confusão, segue internado. O estado de Adilson, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, segue considerado grave, mas o paciente apresentou leve melhora de quarta para quinta. Todos os outros pacientes já receberam alta, inclusive Maria Clara Freitas, que teve fraturas e precisou ser operada na madrugada do dia 1º.

A delegacia de Copacabana já requisitou a arma de todos os policiais envolvidos na confusão para determinar de onde partiram os tiros. A Corregedoria da PM também vai apurar o modo de atuar dos policiais que, de acordo com as investigações preliminares, agiram de forma precipitada. 

Os PMs envolvidos podem ser punidos administrativamente caso seja comprovada a imperícia na abordagem ao homem que discutia com a mulher na rua República do Peru, próximo à Nossa Senhora de Copacabana, e que na confusão acabou roubando a arma de um policial e efetuado vários disparos.

Adilson Rufino da Silva está sob custódia e deve ser indiciado por tentativa de homicídio e por agressão à mulher, de acordo com a Lei Maria da Penha.

Tags: . internação, agressor, copacabana, reveillon, tiros

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.