Jornal do Brasil

Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Rio

Plataforma P-62 segue para o Campo de Roncador, na Bacia de Campos

Jornal do Brasil

A Petrobras informa que a plataforma de produção FPSO P-62, um dos projetos estratégicos do Plano de Negócios e Gestão 2013-2017, está a caminho de sua locação no Módulo IV do Campo de Roncador, na Bacia de Campos, no Rio de Janeiro.

A P-62 deixou nesta segunda-feira (30/12) o Estaleiro Atlântico Sul, em Ipojuca (PE), onde foram concluídos os serviços de conversão e integração dos 15 módulos à unidade. A previsão é que a plataforma chegue ao complexo denominado Campo de Roncador, dentro de seis a oito dias, dependendo das condições de mar.

Do tipo FPSO (unidade que produz, armazena e transfere petróleo, na sigla em inglês), a unidade tem capacidade para processar diariamente até 180 mil barris de petróleo e seis milhões de metros cúbicos de gás natural dos reservatórios do pós-sal.

A P-62 será instalada a cerca de 125 km da costa, na Bacia de Campos, em águas com profundidade de 1.600 metros. Serão interligados à plataforma 14 poços produtores e oito poços injetores, por meio de 150 km de dutos flexíveis e dois manifolds submarinos (equipamentos que transferem o petróleo dos poços para a plataforma). O escoamento de petróleo se dará por navios aliviadores e o do gás natural por gasoduto até a Unidade de Tratamento de Gás de Cabiúnas, em Macaé, no Rio de Janeiro.

A obra gerou cerca de 5 mil empregos diretos, 15 mil indiretos, e alcançou 63% de conteúdo nacional. A construção dos 15 módulos, a conversão do casco e a integração da unidade foram feitas no Brasil.

Tags: economia, estatal, Petróleo, Plataforma, pré-sal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.