Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Rio

Copacabana vai ter beijaço durante os fogos de Réveillon

Portal Terra

Copacabana vai viver um beijaço na noite de Réveillon. Durante os 16 minutos da queima de fogos, um "beijo" vai estalar no céu do Rio de Janeiro e 100 corações vão convidar os mais de 2 milhões de espectadores a se beijarem durante a festa. "Nada melhor do que estar ao lado da pessoa que a gente ama e dar um beijo, homenageando o amor", disse o prefeito Eduardo Paes na manhã desta segunda-feira, durante visita ao palco principal, em frente ao Copacabana Palace. O prefeito aproveitou para brincar e dar um beijo no rosto do cenógrafo Abel Gomes, responsável pelo cenário.

O secretário de turismo, Antônio Pedro Figueira de Melo, explicou que essa vai ser a maior supressa deste réveillon, mas não quis revelar o momento exato que o beijaço vai acontecer. "Os fogos são todos musicados e, em um determinado momento, o som vai baixar e vai se poder ouvir o estalo de um beijo e as pessoas serão convidadas a beijar quem estiver ao seu lado" disse o secretário. O prefeito pediu que neste momento as pessoas sejam tolerantes, respeitem o direito dos outros e se divirtam".

Eduardo Paes esteve no palco vendo o ensaio da bateria da Vila Isabel, que passou a ser a principal atração do palco principal depois da desistência de Will.I.Am, do Black Eyed Peas. "Aqui, na verdade, nem precisa de atração. Está tudo pronto e, se o tempo ajudar, vamos ter um ótimo réveillon," disse Paes. O prefeito afirmou que a festa do próximo ano deverá ser a melhor de todas, porque marcará o início das comemorações dos 450 anos da cidade. Paes brincou com os ritmistas da escola de samba, dizendo que eles eram os segundo melhores, já que o prefeito torce pela Portela. Brincou também com Gilsinho, interprete que deixou a Portela para cantar pela Vila em 2014.

O secretário de Turismo disse ainda que não está preocupado com o número de banheiros químicos destinados. "Xixi não é um problema para Copacabana," afirmou, dizendo que tudo está pronto, o esquema montado e o  policiamento foi reforçado para que a festa seja incrível.

Antônio Pedro diz que a cidade monitora o aumento de preços e a ocupação excessiva de apartamentos em Copacabana e em toda a cidade durante esse período. "Algumas cidades têm esse problemas, mas por enquanto, no Rio, isso é uma boa solução e não um problema", disse.

 

Tags: beijos, céu, festa, praia, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.