Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Rio

Réveillon: Copacabana recebe 9 transatlânticos e 250 barcos

Portal TerraCirilo Junior

Um verdadeiro engarrafamento no mar é esperado para o mar de Copacabana, durante a noite de Réveillon. A Capitania dos Portos prevê que até 260 barcos fiquem atracados na área da praia mais famosa do Brasil, para que os tripulantes observem de um ângulo diferente o espetáculos dos fogos de artifício, que nesta virada de ano tem previsão de durar 16 minutos. Para evitar que a circulação no mar fique confusa, a Capitania vai montar um esquema especial para a noite que marcará a despedida de 2013, e a chegada de um novo ano.

Do total de navios que ficarão parados em frente à praia de Copacabana, nove serão grandes transatlânticos, que transportarão milhares de pessoas. De 200 a 250 embarcações de menor porte são aguardadas, segundo projeção feita pelo comandante de Mar e Guerra, Fernando Cozzolino. Desta vez, os barcos menores serão orientados a ficarem próximos ao Forte de Copacabana. Já as embarcações maiores serão deslocadas para área nas proximidades do Forte do Leme.

"Essa é uma previsão, baseada nos anos anteriores. Este ano, decidimos separar as embarcações, de acordo com o porte de cada uma, para melhorar o deslocamento após a festa", afirmou, durante entrevista na qual foi apresentado todo o esquema para a festa em Copacabana, que deverá reunir 2,3 milhões de pessoas.

Para ajudar no controle dos barcos que estarão no mar de Copacabana, 15 lanchas de segurança estarão circulando com paramédicos e guarda-vidas a bordo. Além das embarcações com turistas e interessados em ver os fogos, 11 balsas estarão espalhadas do Leme até o Forte de Copacabana. Delas, serão lançados os fogos de artifício que são o grande atrativo da festa de Réveillon. Oito rebocadores ficarão de prontidão próximos a essas balsas.

Em terra, milhares de homens atuarão na segurança, organização e manutenção da ordem, antes, durante e depois da festa. A Polícia Militar espalhará 1.522 soldados, a partir das 11h do dia 31, pelo bairro de Copacabana. Para auxiliar na vigilância, 30 torres de segurança serão instaladas. Em cada uma, cinco PMs farão a observação do andamento da festa.

Ainda no dia 31, 1.826 guardas municipais serão empregados em Copacabana. Entre eles, 440 guardas de trânsito. O esquema especial na região, no entanto, já começou na sexta-feira. Até a próxima segunda, serão utilizados 2.988 guardas municipais na orla da cidade, em ações de segurança e manutenção da ordem pública. Já está sendo feita, por exemplo, a Operação Tatuí, que coíbe o armazenamento de produtos nas areias das praias da orla da cidade. Ao todo, serão empregados 5.273 homens até o dia 1º de janeiro, entre guardas municipais, agentes de trânsito e agentes da Secretaria de Ordem Pública. 

Atendimento médico

Cinco postos médicos serão instalados na orla de Copacabana. Eles terão à disposição 56 leitos de suporte. Outras 48 ambulâncias trabalharão no apoio ao atendimento médico durante o Réveillon. Ao todo, 226 profissionais de saúde, entre os quais, 87 médicos, trabalharão no suporte emergencial médico da festa.

Limpeza

Para a limpeza do lixo que será deixado nas festas em toda a orla do Rio de Janeiro, serão disponibilizados 3.841 homens, que terão o auxílio de 180 viaturas e 127 equipamentos de apoio. Apenas na praia de Copacabana, serão colocados 1.155 garis, além de 67 viatura e 53 equipamentos. A expectativa da Companhia de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (Comlurb) é que toda a orla de Copacabana esteja limpa às 10h do dia 1º.  

Trânsito

As interdições em Copacabana começarão às 7h do dia 31, quando serão fechadas as pistas que beiram a praia no Leme e em Copacabana. Mais tarde, às 15h, todas as pistas da avenida Atlântica serão bloqueadas. Às 18h, todos os acessos a Copacabana serão fechados a carros particulares. Só poderão passar ônibus e táxis, até as 22h. Desse horário até as 5h, toda a circulação de veículos em Copacabana estará proibida.

Ônibus

Três pontos especiais de ônibus serão montados na enseada de Botafogo, na avenida Epitácio Pessoa (Lagoa) e na avenida Vieira Souto (Ipanema). É de lá que as pessoas que optarem por deixar a festa de ônibus terão que pegar os veículos. Segundo a prefeitura, 1,5 mil estarão à disposição.

Metrô

O metrô funcionará de forma ininterrupta entre os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. Entre as 19h do dia 31 e as 5h do dia 1º, só será permitido acesso com cartões especiais, que deverão ser adquiridos antecipadamente.

Telefones públicos

Os 590 orelhões de Copacabana estarão liberados para ligações gratuitas para telefones fixos da operadora Oi, de 28 de dezembro a 5 de janeiro. A gratuidade nos telefones públicos valerá tanto para chamadas locais quanto para ligações de longa distância

Tags: barcos, copacabana, esquema, Navios, preparação

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.