Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Rio

Operação padrão de aeroviários provoca atraso no raio-x do Galeão

Portal Terra

Uma operação padrão dos aeroviários que operam as máquinas de raio-x do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão) provocou filas e atrasos aos passageiros na manhã desta segunda-feira. A ação de protesto dos funcionários da empresa Trevo Aéreo faz parte de uma campanha do Sindicato Nacional dos Aeroviários, que cobra melhores salários em todo o País.

Passageiros usaram o Twitter, o Facebook e o Instagram para reclamar das filas de mais de 30 minutos antes do embarque. Alguns relataram que passaram direto pelos aparelhos de raio-x sem que as bagagens fossem verificadas, mas depois precisaram voltar e passar pelas máquinas por ordens da Polícia Federal.

A assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) negou qualquer tipo de greve. Segundo a estatal, houve apenas uma reunião entre a Trevo Aéreo e os funcionários por volta das 6,h e que isso acabou causando atraso no embarque.

A associação Agentes de Proteção da Aviação Civil (Apacs), entretanto, confirmou o movimento. Eles informaram pelo Facebook que os funcionários estão sem 13º Salário, vale alimentação, vale refeição, vale transporte, e alguns têm férias acumuladas. 

O Terra tentou contato com a empresa, que tem sede em São José de Ribamar (MA), mas até as 10h30 não havia obtido resposta. A Infraero informou também que a situação já foi normalizada no aeroporto.

Tags: AVIAÇÃO, confirmou, entretanto, imprensa, proteção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.