Jornal do Brasil

Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Rio

'Intuição' de mãe salva família de deslizamento de encosta em Friburgo

Portal Terra

A chuva contínua que vem castigando vários municípios do Estado do Rio de Janeiro provocou mais um estrago nesta sexta-feira. Uma pedra rolou de uma encosta na rodovia RJ-116 e destruiu uma casa no bairro Theodoro de Oliveira, em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. Apesar do susto, ninguém se feriu.

O forte barulho fez com que a moradora Mariléa Bom Chuab saísse para verificar o que acontecia do lado de fora. Sua "intuição" fez com que ela levasse a filha de 3 anos no colo e despertasse os outros dois que dormiam para irem com ela. Segundos após a família deixar a casa, uma enorme pedra desprendeu-se de uma encosta e caiu sobre a residência de Mariléa, destruindo tudo.

"Saímos correndo e logo a casa caiu. Eu ia abrir a porta para ver o que era, mas parece que algo me tocou e fez com que eu pegasse meus filhos e fugisse. Foi um milagre sairmos dali", disse ela na manhã desta sexta-feira, ainda perplexa ao ver sua casa e todos os seus pertences debaixo de escombros. Sem ter para onde ir, Mariléia e os filhos passaram a madrugada amparados por vizinhos. Muitos deles estão apreensivos com a ocorrência de novos deslizamentos no local.

Nesta sexta, a prefeitura de Nova Friburgo anunciou que iria providenciar um abrigo para a família, possivelmente numa escola ou creche municipal próxima e disponibilizar colchonetes, roupas e cestas básicas. Além disso, fará sua inclusão no projeto aluguel social ou cadastro no programa de habitação popular do governo do estado.

De acordo com a Defesa Civil da cidade, chovia com pouca intensidade no momento do deslizamento, mas o solo bastante encharcado devido às chuvas dos últimos dias pode ter facilitado o escorregamento da encosta. O órgão interditou uma casa vizinha à de Mariléa devido à possibilidade de novos deslizamentos no local. As famílias foram deslocadas para residências de amigos e parentes.

Kits de desocupação

Para tentar minimizar os constantes problemas provocados pelas chuvas na Região Serrana, a Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) distribuiu aos moradores de áreas de risco em Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo kits de desocupação, contendo ímãs de geladeira,  capas de chuva e uma pasta plástica com vedação impermeável para que as pessoas possam guardar seus documentos e carregá-los em situações emergenciais.

O ímã contém orientações para desocupação imediata, como desligar o gás para evitar o risco de explosões, bem como a eletricidade. Outra recomendação contida é a de levar o kit de desocupação, a fim de garantir a guarda e preservação de documentos familiares. Durante a entrega, realizada no último dia 7, os moradores também receberam informações sobre rotas de fuga e o lugar para onde devem se dirigir em caso de alarme (pontos de apoio), além dos procedimentos para o retorno às residências.

A medida integra a mobilização para a disseminação dos Planos de Ação Comunitários de Prevenção e Enfrentamento de Acidentes e Desastres Naturais, desenvolvidos pela Superintendência de Educação Ambiental da SEA após as chuvas de 2011, maior tragédia climática registrada até hoje no Brasil.

Tags: enchentes, expressas, interdições, Rio, temporais, vias

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.