Jornal do Brasil

Segunda-feira, 21 de Abril de 2014

Rio

PM é condenado a 36 anos de prisão pelo assassinato da juíza Patrícia Acioli 

Portal Terra

O policial militar Daniel Santos Benitez Lopez, apontado pelo Ministério Público como um dos mentores do assassinato da juíza Patrícia Acioli, em agosto de 2001 na cidade de Niterói (RJ), foi condenado na noite desta sexta-feira a 36 anos de prisão em regime fechado. A sentença foi anunciada pela juíza Ana Paula dos Santos, da 3ª Vara Criminal de Niterói. A sentença determina ainda a perda da função pública do tenente da PM, de acordo com informações da Globonews.

Lopez, considerado culpado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha, foi o sexto policial condenado pela participação na morte da magistrada, e o que recebeu a maior pena até o momento. A Justiça ainda não tem data para o julgamento do tenente-coronel Cláudio Luiz Silva de Oliveira, que comandava o 7º BPM (São Gonçalo) na época do assassinato e teria sido o mandante do assassinato.

Patrícia foi assassinada com 21 tiros em agosto de 2011 quando chegava em sua casa, em Piratininga, Niterói. O caso teve a primeira condenação em dezembro do ano passado quando o cabo da polícia militar Sérgio Costa Junior, réu confesso, foi condenado a 21 anos de prisão. Ele admitiu ter atirado 15 vezes na juíza e obteve a delação premiada, que diminuiu em 15 anos a sua pena.

Tags: assassinato, juíza, Niterói, sentença, Tribunal

Compartilhe:

Comentários

1 comentário
  • armando carlos de jesus

    É lamentável saber que um militar de patente elevada na PM vira um bandido , jogando no lixo a sua longa vida de militar: a sua família ,seus amigos e parentes. Tudo pela ganância. Sabemos que o sofrimento da família da juíza será eterno e o condenado terá muitos anos para refletir sobre a sua ganância em prol de valores mais importantes , que são : a liberdade e a família. Agora , certamente ele se aproximará de Deus. Quem somos ? Para que viemos ao mundo? Para onde iremos? Que esta condenação sirva de exemplo para aqueles que trocam valores importantes pelo vil metal. Que Deus proteja essas famílias. Armando

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.