Jornal do Brasil

Sábado, 23 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Rio

Comando do 4º BPM abre investigação sobre choque em manifestante

Jornal do Brasil

O comando do 4ºBPM (São Cristóvão) abriu uma averiguação para apurar responsabilidades e identificar o policial mostrado num vídeo aplicando um choque elétrico em uma manifestante durante protesto pacífico na tarde de quarta-feira, no Centro do Rio. 

De acordo com a corporação, o policial pode ser punido com uma repreensão ou até a prisão. A arma não-letal utilizada pelo policial não é usada oficialmente pela corporação. O equipamento é de afastamento, e tem menor potencial ofensivo do que a arma usada normalmente pela polícia, que é de  imobilização. 

Ainda segundo a corporação, os policiais agiram no intuito de liberar o trânsito, já que a obstrução de vias públicas constitui crime.

O caso

Um subtenente da Polícia Militar foi flagrado em um vídeo publicado no You Tube aplicando um choque em uma manifestante no Centro do Rio. 

A ação aconteceu durante uma manifestação pacífica, realizada por volta das 16h de quarta-feira (24), na Avenida Presidente Vargas, próximo à Prefeitura do Rio e ao Metrô. Estudantes reclamavam contra o aumento da passagem de ônibus na cidade.



Tags: Choque, Rio, estudante, polícia, protesto, vídeo

Compartilhe: