Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Rio

Filho de desaparecido político recebe Medalha Pedro Ernesto no Rio

Jornal do Brasil

O presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Rio de Janeiro, Felipe Santa Cruz, receberá hoje (06) a Medalha do Mérito Pedro Ernesto, no plenário da Câmara dos Vereadores da cidade do Rio de Janeiro. Felipe é filho do desaparecido político Fernando Augusto Santa Cruz de Oliveira, militante durante a época da ditadura militar da Ação Popular Marxista-Leninista (APML).

O pai de Felipe Santa Cruz foi preso em 23 de fevereiro de 1974, em Copacabana, no Rio de Janeiro, por agentes do DOI/CODI-RJ. Logo em seguida, teve seu apartamento invadido pelos órgãos da repressão. A partir daí, a família e os advogados de Fernando apelaram a várias autoridades nacionais e internacionais e nada conseguiram obter sobre o seu paradeiro.

No arquivo do DOPS/SP, a ficha de Fernando consta: "Nascido em 1948, casado, funcionário público, estudante de Direito, preso no RJ em 23/03/74". No Relatório do Ministério da Marinha, consta que foi preso no RJ em 23/02/74, sendo dado como desaparecido a partir de então.

Felipe de Santa Cruz Oliveira Scaletsky, 40 anos, é advogado, mestre em Direito e Sociologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e professor universitário. Na faculdade, foi eleito presidente do Centro Acadêmico de Direito e, mais tarde, do Diretório Central dos Estudantes. Felipe participou também ativamente das duas últimas campanhas que elegeram Wadih Damous para presidente da OAB-RJ.

Criada em 1980, a comenda da Câmara Municipal do Rio de Janeiro leva o nome do médico pernambucano Pedro Ernesto Batista (1884-1942), que iniciou sua trajetória política nos primeiros anos da década de 1920, quando tomou parte dos movimentos de oposição ao governo federal levados a cabo pela jovem oficialidade revolucionária do Exército. Pedro Ernesto foi prefeito do Rio e teve sua administração marcada por realizações nos campos da Saúde e da Educação.

A iniciativa de homenagear o advogado Felipe Santa Cruz foi do vereador Roberto Monteiro (PCdoB-RJ).

Tags: ditadura, Filho, homenagem, MILITAR, vítima

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.